Colunistas
 
 
Cláudio Júnior Damin
Cientista Político
superdamin@terra.com.br
 
 
Renúncia, já! - 18/03/2016
 
Após todos os fatos ocorridos nos últimos dias no país, com a nomeação do ex-presidente Lula como ministro de Dilma, e as gravações entre ele e a presidente da República que evidenciam que esta nomeação foi feita para protegê-lo de uma eventual prisão, só cabe um movimento à Dilma Rousseff: RENUNCIAR.
O Editorial do jornal Estadão de quinta-feira foi preciso em seu diagnóstico: “Não é outra coisa senão um golpe de Estado a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a chefia da Casa Civil do governo de Dilma Rousseff. Esse ato foi, simultaneamente, uma declaração de guerra aos brasileiros honestos e às instituições da República e a abdicação de fato da presidente Dilma de seu cargo, entregando-o de vez a seu criador e consumando dessa maneira o tal “golpe” que o PT, Dilma e Lula tanto acusavam a oposição de tramar. Temos agora na Presidência de fato da República um tipo que não recebeu um único voto para ocupar aquela posição nas últimas eleições.”
Já o Editorial da Folha se São Paulo, também de quinta-feira, em seu título vaticina: “É o fim”. Transcrevo aqui algumas partes, pois delas compartilho.
“A nomeação do ex-presidente Lula (PT) para o cargo de ministro-chefe da Casa Civil poderia expressar o estado de desespero terminal em que se encontra um governo com índices baixíssimos de popularidade e com escassa sustentação para evitar o próprio impeachment no Congresso.Há mais, entretanto. Logo após sacramentada a inclusão de Lula no ministério, divulgou-se a gravação de uma conversa entre este e Dilma Rousseff (PT), na qual se escutam claras indicações de que não se resumiam a raciocínios políticos os objetivos da nomeação.
“Na iminência de ter decretada sua prisão por Sergio Moro, juiz federal que trata das decisões em primeira instância da Operação Lava Jato, o líder máximo petista queria se blindar, posicionando-se num cargo com foro privilegiado. Pelo telefone, Dilma assegurava a Lula que seu termo de posse no ministério estava pronto; seria enviado para “caso de necessidade”. Como entender tal conversa se não como um verdadeiro acerto entre elementos interessados em fugir ao alcance da lei?”
“A dupla superou, com certeza, tudo o que já se tinha visto no PT e arredores em matéria de cinismo, de imprudência e provocação. Cinismo, porque poucas horas antes a presidente concedera entrevista refutando a tese de que Lula estava sendo nomeado apenas para escapar da polícia. Tratar-se-ia, na verdade, de obter novas energias políticas no enfrentamento da crise. Mas não: o argumento elaborado vinha, ao que tudo indica, apenas disfarçar o que merece ser chamado de esforço de atrapalhar o livre funcionamento do Judiciário.”
“Provocação, acima de tudo. Dias depois de um protesto com dimensões jamais registradas na história do país, Dilma e Lula se associam para acender, de forma provavelmente irreversível, uma indignação popular ainda mais intensa. Mal anunciada a manobra, iniciou-se uma manifestação espontânea em frente ao Palácio do Planalto. A afluência popular repetiu-se em São Paulo e só fez crescer quando se teve notícia das gravações comprometedoras. No Congresso, a palavra “renúncia” é pronunciada aos brados pela oposição. Já se dizia que, com a nomeação de Lula, o governo Dilma Rousseff chegava ao fim. Talvez a frase deva ser encarada, a partir dos próximos dias, de forma mais literal do que se pensava.”
Dilma Rousseff já não reúne as condições para ser presidente de nossa República. Precisa renunciar o mais rápido possível. Ou será muito provavelmente cassada pelo Congresso nacional a partir de um processo de impeachment. Pobre país.
 
Outras colunas deste Autor
01/07/2016
Mudança de expectativas - 24/06/2016
O gorila primeiro? - 17/06/2016
Alguém sobrará? - 10/06/2016
Os políticos com medo - 03/06/2016
Irresponsabilidade - 20/05/2016
A última semana - 06/05/2016
A situação é crítica - 29/04/2016
A façanha de Dilma - 22/04/2016
As chances do impeachment - 15/04/2016
Impeachment - 08/04/2016
Eulogia a meu amigo Horley - 01/04/2016
A caça e o caçador - 25/03/2016
Renúncia, já! - 18/03/2016
Caiu o triplex - 11/03/2016
 
   
publicidade - anuncie
   


Grieco Rodrigo Bossardi
Doutorado em Administração - Professor Universitário - Contador


José Antônio de Andrade
joseantonio@somarimoveis.com


Fabiana Rankrape

Outros Colunistas (...)
Capão Bonito do Sul sediou 2º Seminário Regional sobre Pecuária de Corte
Pensando em trazer algo inovador para os pecuaristas do município e região durante a programação da Semana do Município de Capão Bonito do Sul, a secretaria da Agricultura em parceria com a Emater/RS- (...)
Ibiraiaras/Caseiros: Acidente causa uma morte e deixa três feridos
Por volta de 5h30min da madrugada deste sábado, no km 57 da ERS 126, entre os municípios de Caseiros e Ibiraiaras, um acidente de trânsito deixou uma vítima fatal e três pessoas feridas. Segundo o (...)
Em andamento, Copa ABAMF de Integração de Esportes
Em sua 20ª edição, neste sábado, teve início a vigésima edição da Copa ABAMF de Integração de Esportes. Várias modalidades esportivas estão sendo disputadas e algumas premiações já foram entregues n (...)
Ponte sobre o Rio Bernardo José é inaugurada
Depois de 25 anos de espera, a ponte sobre o Rio Bernardo José, no limite entre os municípios de Capão Bonito do Sul e Esmeralda é inaugurada nesta sexta-feira, 20. O ato contou com a presença do pref (...)
Associação Amigos da Casa da Cultura realiza Reunião Ordinária
Na próxima terça-feira, dia 24, a diretoria da Associação Amigos da Casa da Cultura de Lagoa Vermelha, convoca seus membros fundadores, associados e apoiadores para Reunião Ordinária. A reunião tra (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes