Colunistas
 
 
Leodário Schuster
Empresário
leodario.schuster@terra.com.br
 
 
08/01/2016
 
Sem
modificações
A situação nacional não apresenta novidades para o ano novo em sua destrambelhada maratona política de desacertos governamentais. Na verdade vivemos momentos de preocupações nunca antes vistos. Os poderes da República desajustados em suas ideias, ou ideais independentes, desnorteiam os rumos da vida do cidadão.
A Argentina corre a passos largos com a política do novo presidente, que tomando a dianteira na economia da América do sul, abriu frentes de confiança para os investidores migrarem de possíveis empreendimentos no Brasil para a Argentina. Isso demonstra claramente que a troca do comando em um país faz muita diferença. Nós estamos à margem de qualquer negociação com o bloco da Comunidade Europeia. Estamos atrelados basicamente com a China para as grandes negociações, o que a cada dia que passa se mostra extremamente perigoso. O país asiático é tão complexo que ao mexer em pequenos percentuais de juros ou qualquer outro indicador da economia faz as bolsas do mundo todo despencarem.
Pelo visto, teremos a sequência de 2015 e o ano será sem surpresas auspiciosas. O crescimento negativo já é tido como certo, os juros podem e certamente aumentarão, assim como o desemprego. A Índia ficou por muitos anos adorando a vaca sagrada até que despertou e hoje é um país emergente confiável.
Até quando ficaremos na indolência esperando um milagre, que certamente não acontecerá, de que os atuais comandantes da Nau Brasil “despertem do sonho intenso” e tomem alguma providência, nem que seja de pedir desculpas pelo estrago e irem embora.
Mas enfim, é ano de eleições e tudo o que é imponderável pode acontecer tanto no país quanto em nossa cidade. Motivos não faltam para preocupações.
El Niño voltará a estado neutro no 2º trimestre, diz escritório australiano.
O fenômeno climático El Niño de 2015/16, um dos três mais fortes dos últimos 50 anos, atingiu seu ápice nas últimas semanas e provavelmente retornará a um estado de neutralidade no segundo trimestre deste ano, disse o Escritório de Meteorologia da Austrália (BOM, na sigla em inglês) nesta terça-feira.
O fenômeno El Niño é ocasionado pelo aquecimento da superfície da água na porção leste do Oceano Pacífico e está associado a secas extremas, tempestades e inundações em diferentes partes do globo.
Períodos de neutralidade são marcados por temperaturas dos oceanos, padrões de chuva tropical e ventos atmosféricos próximos da média de longo prazo.
"Vários indicadores da Oscilação Sul do El Niño (ENSO) sugerem que o El Niño 2015/16 atingiu seu auge nas últimas semanas", disse o BOM em um comunicado.
"Modelos climáticos sugerem que o El Niño 2015/16 declinará durante os próximos meses, com o retorno a condições neutras provavelmente durante o segundo trimestre de 2016", afirmou a entidade. Fonte: Reuters

Queimadas crescem 27,5% no país em 2015, mostra Inpe
As queimadas aumentaram 27,5% em todo o país, passando de 184 mil focos em 2014 para aproximadamente 235 mil no ano passado, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).
Segundo a série histórica, iniciada em 1999, o resultado perde apenas para o número de queimadas registradas em 2010 (249 mil focos).
Os incêndios florestais em 2015, detectados por meio de satélite, predominaram no período menos chuvoso, entre agosto e dezembro. Em agosto, ocorreram 39 mil queimadas; em setembro, foram 72 mil; em outubro, foram registrados 50 mil focos; em novembro, ocorreram 27 mil queimadas; e em dezembro, foram 18 mil focos.
Entre os meses menos críticos, estão janeiro (4 mil focos), junho (5 mil incêndios) e julho (8 mil queimadas). Os meses de fevereiro, março, abril e maio registraram cerca de 2 mil queimadas cada.

Estados
O estado com maior ocorrência de queimadas foi o Pará, que teve mais de 44 mil registros em 2015, um crescimento de cerca de 8 mil focos em relação a 2014. O segundo colocado foi Mato Grosso, com 32 mil incêndios florestais, alta de 4 mil focos na comparação com o ano anterior. Fonte: Agência Brasil

Para reflexão
"O mundo é um livro, e quem fica sentado em casa lê somente uma página."
Santo Agostinho
 
Outras colunas deste Autor
24/06/2016
10/06/2016
27/05/2016
13/05/2016
29/04/2016
15/04/2016
22/01/2016
08/01/2016
24/12/2015
11/12/2015
27/11/2015
13/11/2015
30/10/2015
16/10/2015
02/10/2015
 
   
publicidade - anuncie
   


Jaine Cerioli
Psicopedagoga Clínica


Victor Hugo Muraro Filho
Advogado


Frei Marcelo de Carvalho

Outros Colunistas (...)
Audiência Pública discutirá a despesa do município para o exercício de 2018
Na próxima quinta-feira, 23 de novembro, às 19h, será realizada uma audiência pública no Plenário Nady Maria Castellano. Na oportunidade, será analisado e discutido o Projeto de Lei que estima a rece (...)
PDT Lagoa Vermelha recebe lideranças e pré-candidato ao Governo do Estado
Os vereadores do Partido Democrático Trabalhista (PDT), de Lagoa Vermelha, Ariovaldo Carlos da Silva, José Mário Ceni Barreto, Ranyeri Bozza e Vicente Durigon, recepcionaram líderes políticos nacionai (...)
Secretaria da Agricultura abre inscrições para construção de silos
A Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente de Lagoa Vermelha abre o período de inscrições para a construção de silos do tipo trincheiras ou limpeza dos já existentes. As inscrições irão até (...)
Sub 13 do Lagoa Futsal vence três confrontos
Jogando pela Copa Amunor, na quarta-feira, 15 de novembro, no Adolfo Stella, a categoria de Base Sub 13 do Lagoa Futsal venceu os três confrontos: Lagoa Futsal 3 x 0 Muitos Capões, Lagoa Futsal 15 x (...)
Câmara: Brigada Militar recebe homenagem pelos 180 anos
Poder Legislativo de Lagoa Vermelha, sob a presidência do vereador Ranyeri Bozza, realizou, na terça-feira, 14, sessão solene em homenagem aos 180 anos da Brigada Militar no Estado do Rio Grande do Su (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes