Colunistas
 
 
Leodário Schuster
Empresário
leodario.schuster@terra.com.br
 
 
15/04/2016
 
Tudo despenca
menos a tensão
A história pátria nunca mostrou momentos de tantas incertezas, confusões e trapalhadas como as que estão sendo vivenciadas atualmente. O país nem como uma nau sem rumo pode ser comparado. É urgente, embora se saiba no momento que urgência não está disponível, que se encontre uma solução para o grave imbróglio em que nos metemos. Deve ser admitido que o próprio povo incauto inconscientemente contribuísse para os fatos que estão a destruir a economia e o futuro do país. Sempre foi fácil transferir para o mais articulado e mentiroso candidato as responsabilidades pela condução de seus destinos. Para quem já jogou sinuca sabe muito bem o que é uma “sinuca de bico”, trata-se de uma posição em que a bola branca acaba posicionada de forma tal a não ter nenhuma visibilidade de jogada para acertar a bola da vez. Assim, é preciso respirar fundo e jogar, numa tentativa cega de que o efeito a ser dado na pancada seja capaz de produzir um desvio calculado, mas não certo, na bola branca, para tocar no alvo. É essa a situação que se apresenta para os congressistas. A operação lava-jato está, a cada nova investida, desenhando o mapa da política e o caráter dos políticos pátrios, em cada canto um corrupto, em cada negócio uma corrupção. Como apostar que o impeachment vai ser a solução, muito menos, pelo que se vê a permanência do status quo.
Realmente, a semelhança existente entre o momento e o Baile na Ilha Fiscal, o último do império, realizado em 9 de novembro de 1889 é muito grande. Apenas trocando a farra do dinheiro público sendo espalhado a quatro cantos pela recepção dos convivas por lindas moças fantasiadas de fadas e sereias e o tilintar das taças de bebidas. O império estava mais do que nunca forte, seis dias depois o imperador foi deposto. Será o prenúncio do destino da pátria? De toda forma se faz necessário estancar a sangria, o país está se esvaindo de confiança, amor, patriotismo e dignidade,

PIB do agronegócio cresce
0,4% em 2015 puxado pelo
setor agrícola, diz CNA
O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro cresceu 0,4 por cento em 2015, com destaque para desempenho do ramo agrícola, principalmente ao final do ano, apontou nesta terça-feira estudo do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, realizado com apoio da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).
“O desempenho positivo, embora modesto em comparação com anos recentes, significou uma reversão da tendência de queda no setor, ocorrida em grande parte do ano passado. O resultado aconteceu especialmente devido ao comportamento verificado no último trimestre de 2015, quando o destaque foi o ramo agrícola”, afirmou a CNA.
Em dezembro, o ramo agrícola do agronegócio cresceu 0,43 por cento, acumulando alta de 1,12 por cento em 2015 na comparação com 2014.
A recuperação dos preços da soja, milho, carnes, açúcar e de papel e celulose está entre os principais fatores que permitiram o desempenho positivo do agronegócio em 2015, afirmou o estudo.
De acordo com o Cepea/CNA, o resultado final do setor agrícola no ano passado foi positivo em todos os segmentos, com exceção do agroindustrial.
Os números finais do setor agrícola ficaram assim definidos: insumos 3,8 por cento; segmento primário 2,73 por cento; serviços 0,41 por cento, e agroindústria negativo 0,10 por cento.
Já o ramo pecuário encerrou 2015 com queda de 1,14 por cento, com os destaques negativos ficando com segmento primário (-1,43 por cento) e o industrial (-1,67 por cento).
O relatório do Cepea/CNA destacou que 2015 foi um ano ruim para a economia brasileira como um todo, fato comprovado pela queda de 3,8 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Segundo a CNA, a valorização do dólar frente ao real provocou consequências diferentes sobre o desempenho do agronegócio brasileiro.
Como grande parte dos insumos utilizados na produção agropecuária é importada, "o movimento cambial provocou aumentos expressivos nos custos de produção, influenciados ainda pela elevação preço da tarifa de energia elétrica e nos preços dos combustíveis".
Ao mesmo tempo, especialmente no decorrer do segundo semestre do ano passado, disse o relatório, a valorização cambial ajudou a amenizar o efeito da retração ocorrida nas cotações dos preços internacionais, em dólares, sobre a rentabilidade das culturas e de agroindústrias voltadas para o mercado externo, de acordo com a avaliação da CNA. Fonte: Reuters

Para reflexão
“Não dizer o que pensa, esta é a condição de um escravo.”
Eurípides
 
Outras colunas deste Autor
24/06/2016
10/06/2016
27/05/2016
13/05/2016
29/04/2016
15/04/2016
22/01/2016
08/01/2016
24/12/2015
11/12/2015
27/11/2015
13/11/2015
30/10/2015
16/10/2015
02/10/2015
 
   
publicidade - anuncie
   


Juliana Chilanti Tonial
Advogada especialista em Direito Civil. Mestrada em Direito Ambiental - UCS


Fabiana Rankrape


Cláudio Júnior Damin
Cientista Político

Outros Colunistas (...)
Audiência Pública discutirá a despesa do município para o exercício de 2018
Na próxima quinta-feira, 23 de novembro, às 19h, será realizada uma audiência pública no Plenário Nady Maria Castellano. Na oportunidade, será analisado e discutido o Projeto de Lei que estima a rece (...)
PDT Lagoa Vermelha recebe lideranças e pré-candidato ao Governo do Estado
Os vereadores do Partido Democrático Trabalhista (PDT), de Lagoa Vermelha, Ariovaldo Carlos da Silva, José Mário Ceni Barreto, Ranyeri Bozza e Vicente Durigon, recepcionaram líderes políticos nacionai (...)
Secretaria da Agricultura abre inscrições para construção de silos
A Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente de Lagoa Vermelha abre o período de inscrições para a construção de silos do tipo trincheiras ou limpeza dos já existentes. As inscrições irão até (...)
Sub 13 do Lagoa Futsal vence três confrontos
Jogando pela Copa Amunor, na quarta-feira, 15 de novembro, no Adolfo Stella, a categoria de Base Sub 13 do Lagoa Futsal venceu os três confrontos: Lagoa Futsal 3 x 0 Muitos Capões, Lagoa Futsal 15 x (...)
Câmara: Brigada Militar recebe homenagem pelos 180 anos
Poder Legislativo de Lagoa Vermelha, sob a presidência do vereador Ranyeri Bozza, realizou, na terça-feira, 14, sessão solene em homenagem aos 180 anos da Brigada Militar no Estado do Rio Grande do Su (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes