Colunistas
 
 
Victor Hugo Muraro Filho
Advogado
vhmurarofilho@terra.com.br
 
 
Posição da OAB - 25/03/2016
 
Considerando o entendimento do Conselho Federal da OAB sobre o impedimento da Presidente da República, democraticamente ouso discordar.
Primeiro, e por óbvio, todos somos contra a corrupção de quem quer que seja; de qualquer pessoa, de qualquer partido político e em qualquer condição ou situação.
A OAB entendeu por 26 votos de 27 bancadas em aprovar o pedido de impedimento, sendo que o placar de 26 votos a 2 se deu pelo voto contrário, além do estado do Pará, do ex-presidente da Instituição, Marcelo Lavènere, o qual era o presidente da entidade na época do impedimento do ex-presidente Collor.
Como dito a votação foi, como o é, por bancada. Ou seja, cada estado possui três conselheiros (titulares) que votam em suas respectivas bancadas. Assim, em alguns estados, não ocorreu unanimidade dentro das bancadas, sendo que a votação invariavelmente foi por maioria (2x1).
Nada obstante, independente - como dito, da gravidade dos fatos em questão, estamos num Estado de Direito onde as regras, sobretudo as regras constitucionais, devem ser respeitadas.
Entre as razões trazidas pelo relator estão as chamadas “pedaladas fiscais”, que já foram objeto de apreciação pelo Conselho Federal da OAB em dezembro último e teve rejeitado encaminhamento de impeachment, ao contrário do que foi aprovado na última sessão da Entidade, ficando a pergunta: o que mudou de dezembro para hoje neste quesito, além do nome dos Conselheiros?
Quanto a delação (colaboração) premiada, que também foi muito utilizada nos debates, é importante que se diga de que não se trata de uma prova, mas sim de um indicativo, de um caminho a ser seguido para a busca desta prova. Devem ser investigados os fatos para que, após comprovação, aí sim tratar tal colaboração como efetiva parte de uma prova consolidada. Aliás, a própria Comissão que analisa o impeachment na Câmara dos Deputados não utilizará os termos desta delação.
Por fim, a escuta telefônica que envolve a autoridade máxima deste país, foi ilegalmente captada (fora de prazo quanto a autorização); foi divulgada na imprensa por quem não tinha autoridade para tanto (exclusiva do STF), tornando qualquer argumento jurídico a partir deste fato fora das regras do jogo.
Diga-se, novamente, que eventual conteúdo e sua gravidade não servem de motivo para suprir uma regra constitucional, pois, ao contrário, recepcionando o procedimento, eu - ou nós, como advogado, terei dificuldades em trabalhar com uma evidente nulidade.

NO FIM
Disse Cézar Britto, ex-presidente do Conselho Federal da OAB, que se manifestou contra o impeachment: “não quero que a história diga que eu estava certo”.
 
Outras colunas deste Autor
01/07/2016
Animais - 24/06/2016
Oportunidade - 17/06/2016
Morte anunciada - 10/06/2016
Continua a festa - 03/06/2016
O celular é a arma mais letal - 27/05/2016
Eventos - 20/05/2016
Dick Vigarista no picadeiro - 13/05/2016
Lagoa - 06/05/2016
O isolamento - 29/04/2016
Circo - 22/04/2016
Língua - 15/04/2016
Falar - 08/04/2016
Outros três - 01/04/2016
Posição da OAB - 25/03/2016
 
   
publicidade - anuncie
   


Joel Anzolin Muliterno
Advogado


José Antônio de Andrade
joseantonio@somarimoveis.com


Ademar Fagundes
Jornalista e Radialista

Outros Colunistas (...)
PSDB critica condução política do governo Bonotto
A ausência de diálogo entre o PSDB e o governo de Gustavo Bonotto, PP, faz com que os tucanos demonstrem descontentamentos com a condução política na administração municipal. Os tucanos, que trabalha (...)
PRF apreende adolescente por porte ilegal de arma em Lagoa Vermelha
A PRF apreendeu um adolescente de 15 anos por porte ilegal de arma de fogo na manhã desta sexta-feira (16), na BR 470 em Lagoa Vermelha. Ele conduzia uma motocicleta Honda CG 150 Titan. Durante as (...)
Secretaria da Educação define ações, programas e projetos estratégicos para o ano letivo
A Secretaria Municipal da Educação, Cultura e Desporto realizou na manhã desta sexta-feira (16), uma reunião para definição das ações, programas e projetos estratégicos para este ano letivo. Liderad (...)
Presidente do Legislativo manifesta-se no grande expediente
O presidente do Legislativo, Braulio Joares Guedes (PTB),) na Sessão Ordinária desta quarta-feira (15), realizou manifestação no grande expediente. De acordo com o novo regimento interno, nesta ocasiã (...)
Lagoa Vermelha vai sediar ato público contra Reforma da Previdência
Numa iniciativa conjunta entre o CPERS, MPA, Sindicomerciários, Sintracom, PT de Lagoa Vermelha e Caseiros, PT Regional, Fetraf/RS, MMC, MST, Cresol, Cetap, Coopervita, Coopervida, Copercasa, Associaç (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes