Colunistas
 
 
Joel Anzolin Muliterno
Advogado
jmuliterno@datacenterlagoa.com.br
 
 
Ver para crer - 03/06/2016
 
Não sei até aonde o uso de farol baixo durante o dia possa evitar acidentes. Mas é para essa finalidade que está aí uma lei que obriga todos os motoristas a transitar com o farol baixo ligado durante o dia nas rodovias. Ela deverá entrar em vigor no dia 8 de julho, com a finalidade de reduzir o número de mortes no trânsito.
É bom lembrar que lei semelhante já foi implantada aqui no estado, mas logo caiu no esquecimento. Acho uma coisa muito estranha usar luz acesa durante o dia. Até porque a maioria absoluta de acidentes acontece à noite, momento em que todos os condutores usam luz acesa, evidentemente.
E tem um detalhe importante nessa história: quem é que vai fiscalizar o uso correto nos moldes da lei? Sim, porque não basta trafegar com os faróis acesos, é necessário que eles estejam perfeitamente conservados e equilibrados, situação difícil de acontecer diante do descaso de muitos motoristas, especialmente proprietários de veículos antigos e mal cuidados. Caso comum no Brasil, onde rodam pelas rodovias veículos caindo aos pedaços.
Outra situação a ser considerada é falta de informação dos brasileiros sobre a profundidade dessa lei, considerando que somos um país onde pouquíssimas pessoas leem notícias ou procuram saber, tomar conhecimento sobre normas a serem seguidas. Normas que emanam do governo.
Mas enfim a lei está aí e o espírito dela é reduzir o número de mortes nas estradas, sob a alegação de que a luz despertará a atenção dos motoristas que trafegam em sentido contrário. Não se trata de luz de posição, Led ou de neblina, é a baixa mesmo apenas.
Essa alteração no Código de Trânsito Brasileiro - CTB - entrará em vigor no dia 18 de julho. Diante disso, os motoristas têm pouco mais de 30 dias para se adaptarem à mudança. Decorrido esse período, quem se esquecer de ligar os faróis estará cometendo infração média, sujeito a uma multa de R$ 85,13 e queda de quatro pontos na CNH.
Resta aos brasileiros cumprir a lei. Não boto muita fé, porque essa questão de comparar com a Europa, onde o sistema é muito usado, não combina com o clima do Brasil Lá é totalmente diferente, o clima é úmido, tem muita neblina e pouca luz solar. Num país tropical como o nosso os motoristas precisam mesmo é de educação e consciência.

***
FRIO DE MAIO - Afugentou o tradicional veranico que caracteriza o mês. E segundo dados fornecidos pela estação MetSul há 28 anos não fazia tanto frio num mês de maio. Lembro perfeitamente dessa história, quando pude contabilizar pelo menos cinco grandes geadas em sequência. Um dos meus filhos necessitou de tratamento médico em Passo Fundo e por esse motivo íamos até lá a cada dois dias. Assim testemunhei o frio de maio de 88, que foi de arrepiar. Pois agora, passadas quase três décadas, o inverno chega em pleno outono. Informações importantes sobre esse frio precoce chegam pela MetSul: o mês teve pouca luz solar, nove dias de temperaturas negativas e muitos dias cinzentos e temperatura baixa. Cenário de inverno.

***
ENTÃO - É isso, o frio chegou para castigar a saúde do colunista, causando dificuldade de circulação nas extremidades dos dedos. Só com muita roupa e repouso para atravessar a invernia. Mas não há de ser nada, porque segundo o Barão da Lagoa tem coisa bem pior. Bola pra frente com o abraço da semana para os simpáticos amigos Goretti/Cláudio Carvalho e Lisandra/Joel Biasi.É gente fina que lê a Folha.
 
Outras colunas deste Autor
01/07/2016
Um jornal adulto - 20/05/2016
A importância dos Freis Capuchinhos na região - 24/06/2016
Ladrões roubam alimentos de velhos e crianças - 17/06/2016
Meio ambiente degradado muda o clima - 10/06/2016
Ver para crer - 03/06/2016
Um novo comportamento está surgindo - 27/05/2016
O rascunho encontrado na Câmara - 13/05/2016
Traduzindo o Hino Nacional - 06/05/2016
País ressente-se de segurança e qualidade política - 29/04/2016
Contando história - 22/04/2016
Encontro de famílias - 15/04/2016
Lembrando João Paulo II - 08/04/2016
Depois dos setenta e a vacina - 01/04/2016
Nós servimos - 25/03/2016
 
   
publicidade - anuncie
   


Carlos R. Dellavalle Filho
Engenheiro Agrônomo


Juliana Chilanti Tonial
Advogada especialista em Direito Civil. Mestrada em Direito Ambiental - UCS


Ronaldo Santini
Deputado Estadual

Outros Colunistas (...)
Audiência Pública discutirá a despesa do município para o exercício de 2018
Na próxima quinta-feira, 23 de novembro, às 19h, será realizada uma audiência pública no Plenário Nady Maria Castellano. Na oportunidade, será analisado e discutido o Projeto de Lei que estima a rece (...)
PDT Lagoa Vermelha recebe lideranças e pré-candidato ao Governo do Estado
Os vereadores do Partido Democrático Trabalhista (PDT), de Lagoa Vermelha, Ariovaldo Carlos da Silva, José Mário Ceni Barreto, Ranyeri Bozza e Vicente Durigon, recepcionaram líderes políticos nacionai (...)
Secretaria da Agricultura abre inscrições para construção de silos
A Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente de Lagoa Vermelha abre o período de inscrições para a construção de silos do tipo trincheiras ou limpeza dos já existentes. As inscrições irão até (...)
Sub 13 do Lagoa Futsal vence três confrontos
Jogando pela Copa Amunor, na quarta-feira, 15 de novembro, no Adolfo Stella, a categoria de Base Sub 13 do Lagoa Futsal venceu os três confrontos: Lagoa Futsal 3 x 0 Muitos Capões, Lagoa Futsal 15 x (...)
Câmara: Brigada Militar recebe homenagem pelos 180 anos
Poder Legislativo de Lagoa Vermelha, sob a presidência do vereador Ranyeri Bozza, realizou, na terça-feira, 14, sessão solene em homenagem aos 180 anos da Brigada Militar no Estado do Rio Grande do Su (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes