Colunistas
 
 
Joel Anzolin Muliterno
Advogado
jmuliterno@datacenterlagoa.com.br
 
 
Meio ambiente degradado muda o clima - 10/06/2016
 
Dia 5 de junho o calendário indica como o Dia Mundial do Meio Ambiente, momento propício para lembrar os estragos do planeta e traçar planos para preservar o que dele está sobrando. De acordo com o relatório Planeta Vivo, da WWF, a cada ano o homem usa 50% mais recursos de que a terra pode regenerar. Já Lair Henzen, da Yra Brasil, afirma que se mantivermos esse ritmo, em 2050 precisaremos de recursos equivalentes a três planetas.
A situação é bastante complicada e de difícil solução. Uma coisa, porém é absolutamente certa: sem frear o crescimento da população humana, hoje estimada em 7 bilhões, não existe outro caminho. Mas aí estaremos mexendo num aspecto nebuloso e de difícil concretização. Por isso mesmo falam que outra variante seria aumentar a agricultura sem uso de novas terras para plantio. Trocando em miúdos: lançar mais veneno da terra para multiplicar a produção.
O ideal mesmo seria a conscientização do homem quanto ao uso de tudo aquilo que a terra lhe oferece. É o melhor caminho, ta na cara. Mas veja, o uso inconsciente pelo homem já causou estragos enormes ao planeta, quase irrecuperáveis. Prova concreta dessa posição está no absoluto descontrole do clima no mundo. E as causas desse estrago são muitas e de fácil conclusão, como tempestades, enchentes, estiagens, tornados, temperatura em elevação, e outros fenômenos muito comuns hoje, indicando que o sistema climático da terra fugiu do controle natural.

***
E tem mais, a partir de agora todos esses fenômenos vão fazer parte do nosso dia-a-dia. Chegaram para ficar, sendo que a região Sul será a mais afetada em termos de Brasil. É o que afirma importante expert em entrevista ao CP de domingo, creditando essa mudança ‘ao aquecimento global. Para ele a maior parte da sociedade brasileira entende que as mudanças climáticas são reais e estão presentes na atualidade, e entende que o homem é o principal responsável por ela. O problema é que o cidadão reconhece isso, mas não pratica no seu dia a dia uma atitude positiva. E ainda: A mudança climática, suas causas e efeitos, não responsabilidade apenas dos países mais poluidores ou de países do Hemisfério Norte. Ela é global. Quanto melhor o cidadão consumir os seus recursos de energia elétrica ou planejar os seus gastos, será melhor para a qualidade de vida. Tudo isso vai beneficiar o meio ambiente. Nos últimos anos o Brasil, infelizmente tem tido experiências duras com relação à falta d’água, à expansão de doenças associadas a mudanças ambientais e à falta de energia elétrica. Todo mundo sentiu no bolso o efeito de não cuidar do meio ambiente’.

***
E mais, a conscientização da sociedade sobre mudanças climáticas começa na escola, porque daqui pra frente ‘a principal expectativa para o planeta é ainda a manutenção e continuidade do aumento da temperatura média, a expansão de epidemias na região tropical e sua propagação para regiões subtropicais como o Rio Grande do Sul’. E acrescenta que ‘o cidadão deve exigir de seu legislador municipal ou estadual que as questões ambientais passem a ter prioridade junto com as de saúde, educação e economia’.

***
Então é isso, as mudanças no clima já estão em vigor. Quem sabe este frio de outono não é um sinal! Pelo sim pelo não fiquemos alertas. Um abraço para esquentar a amizade vai direto para Flávia Furlan, Chátila Farinha e a turma do Jeep Clube. É gente que lê a Folha.
 
Outras colunas deste Autor
01/07/2016
Um jornal adulto - 20/05/2016
A importância dos Freis Capuchinhos na região - 24/06/2016
Ladrões roubam alimentos de velhos e crianças - 17/06/2016
Meio ambiente degradado muda o clima - 10/06/2016
Ver para crer - 03/06/2016
Um novo comportamento está surgindo - 27/05/2016
O rascunho encontrado na Câmara - 13/05/2016
Traduzindo o Hino Nacional - 06/05/2016
País ressente-se de segurança e qualidade política - 29/04/2016
Contando história - 22/04/2016
Encontro de famílias - 15/04/2016
Lembrando João Paulo II - 08/04/2016
Depois dos setenta e a vacina - 01/04/2016
Nós servimos - 25/03/2016
 
   
publicidade - anuncie
   


Fabiana Rankrape
Folha Rural


Henrique Rech Neto
Promotor de Justiça e professor da UPF hrechneto@gmail.com


Cláudio Júnior Damin
Cientista Político

Outros Colunistas (...)
Justiça Federal determina multa de R$ 1.000,00 por hora para quem bloquear rodovias federais gaúchas

Na manhã desta quinta (24), a Justiça Federal -  TRF-4 concedeu liminar em favor da União visando garantir o direito de livre circulação.

Demandada (...)

Presidente do Legislativo participa da organização de evento que busca oportunidades de emprego aos lagoenses

O presidente do Legislativo, Braulio Guedes (PTB), participou nesta quarta-feira (23), de uma reunião a fim de organizar o Empregar RS. O evento acontecerá no dia 15 de junho, das 9h (...)

Mesa Diretora busca a instalação de abrigo para a Rodoviária

Na sessão ordinária desta segunda-feira (21), o presidente Braulio Guedes (PTB), representando a Mesa Diretora do Legislativo, formalizou pedido de providência ao Executivo Muni (...)

Ruth fiscaliza andamento das Obras

 Na manhã de terça-feira(22), a vereadora do Progressista, Ruth Bussolotto acompanhou o andamento do trabalho da Secretaria de Obras e Viação. Junto com o secret&aa (...)

Mais pinheiros, mais pinhas, mais pinhão: a produção sustentável da araucária

O que resta é cerca de 3% das araucárias que habitavam o Brasil entre 1800 e 1900, quando começou o ciclo da madeira e iniciou a exploração dessa árvore, a (...)

 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes