Colunistas
 
 
Joel Anzolin Muliterno
Advogado
jmuliterno@datacenterlagoa.com.br
 
 
A importância dos Freis Capuchinhos na região - 24/06/2016
 
A chegada dos Freis Capuchinhos em Lagoa Vermelha está credenciada para ser o maior acontecimento do século passado, se analisar suas atividades desenvolvidas por aqui. Obras que se perpetuaram no tempo e muito presentes nestes dias. O Editorial da Folha não deixou por menos, ao afirmar que “foi notável o trabalho desenvolvido pelos Freis Capuchinhos em áreas essenciais de Lagoa Vermelha, como saúde, educação, comunicação evangelização, ações sociais e tantas outras contribuições relevantes para o desenvolvimento local em todos os aspectos”.
Verdade, e como afirma, ainda, o Editorial, “É uma história riquíssima de feitos importantes dos Capuchinhos em Lagoa Vermelha, porque todos os empreendimentos por eles iniciados se consolidaram e prestaram, e ainda prestam inestimáveis serviços à comunidade lagoense”.
De fato, foram muitos os empreendimentos provocados pelos Freis, mas eu particularmente, me detenho nas construções do Hospital São Paulo e o do Ginásio Duque de Caxias, porque foram obras que mais serviram às comunidades vizinhas de Lagoa Vermelha. O Hospital por ser hospital e o educandário Duque de Caxias por oferecer oportunidade a milhares de jovens para desenvolverem seus talentos. Quantos homens e mulheres se transformaram em grandes profissionais nas mais diversas áreas da atividade civil econômica, graças aos ensinamentos daquela escola? Incontáveis.
Esse Ginásio Duque de Caxias transformou minha vida, pois foi ali que comecei meus estudos e lá permaneci até a conclusão do curso de Técnicas Contábeis. Já falei neste espaço sobre o velho Duque de Caxias, mesmo assim volto ao assunto. O Diretor naquela época era Frei Celestino de Antonio Prado, uma figura imponente, que comandava as filas respeitosas diariamente e a execução do Hino Nacional. Naqueles tempos os alunos usavam uniformes bem passados e com muito orgulho, afinal ele representava a roupa do Duque de Caxias, patrono da escola.
No Sete de Setembro centenas de jovens estudantes desfilavam orgulhosos pela Av. Afonso Pena, sob o aplauso de milhares de pessoas amontoadas nas calçadas. Havia disciplina e bons professores. Fidélis Dalcin Barbosa, o melhor de todos, seguido por Freis Leopoldo, Henrique, Eurico e tantos outros. Falar sobre o Ginásio Duque de Caxias, obra dos Freis Capuchinhos, daria um volumoso livro.
Foi muito justa a homenagem do Poder Legislativo dirigida aos Freis Capuchinhos, reconhecendo e enaltecendo o profícuo trabalho desenvolvido por mais de um século em favor das várias gerações.

***
CALAMIDADE - E má gestão, como outros Estados que gastam mais do que arrecadam, levou o governador do Rio de Janeiro a abrir o bico e decretar estado de calamidade pública as portas dos Jogos Olímpicos. O Estado fluminense está definitivamente falido, exatamente no momento em que se prepara para receber o maior evento esportivo do mundo. Que coisa! É a legítima situação “de calça de veludo e bunda de fora”. Fica evidente que o propósito do governador é obter socorro junto à União em face da Olimpíada. Evento maravilhoso, mas que não poderia acontecer no Brasil de hoje. Chega a Copa do Mundo, que deixou um rastro de prejuízos e obras inacabadas. É possível que este lamentável fato tenha contribuído para o acordo que suspendeu temporariamente a dívida dos Estados. É possível, mas aí já é outro problema.

***
O ACORDO - Entre os Estados e o governo federal finalmente aconteceu. Não veio de acordo com o desejo do Rio Grande, mas veio. É um passo que pode dar uma folga para o pagamento do funcionalismo. Sobre esse acordo é bom lembrar o alerta da Carolina Bahia: Se os Estados estão em colapso, com o chapéu na mão para renegociar as dívidas com o governo federal, é porque seus governantes passaram anos sem fazer o dever de casa, contando com a cumplicidade das corporações”. É isso, quem sabe, sabe. O abraço da semana vai para ela, Carolina Bahia, RBS Brasília e para Romilda T. Leite, minha professora de sempre. É gente inteligente que lê a Folha.
 
Outras colunas deste Autor
01/07/2016
Um jornal adulto - 20/05/2016
A importância dos Freis Capuchinhos na região - 24/06/2016
Ladrões roubam alimentos de velhos e crianças - 17/06/2016
Meio ambiente degradado muda o clima - 10/06/2016
Ver para crer - 03/06/2016
Um novo comportamento está surgindo - 27/05/2016
O rascunho encontrado na Câmara - 13/05/2016
Traduzindo o Hino Nacional - 06/05/2016
País ressente-se de segurança e qualidade política - 29/04/2016
Contando história - 22/04/2016
Encontro de famílias - 15/04/2016
Lembrando João Paulo II - 08/04/2016
Depois dos setenta e a vacina - 01/04/2016
Nós servimos - 25/03/2016
 
   
publicidade - anuncie
   


Juliana Chilanti Tonial
Advogada especialista em Direito Civil. Mestrada em Direito Ambiental - UCS


Cláudio Júnior Damin
Cientista Político


Rudimar Galvan
E-mail: rudimar@cacique.am.br

Outros Colunistas (...)
Justiça Federal determina multa de R$ 1.000,00 por hora para quem bloquear rodovias federais gaúchas

Na manhã desta quinta (24), a Justiça Federal -  TRF-4 concedeu liminar em favor da União visando garantir o direito de livre circulação.

Demandada (...)

Presidente do Legislativo participa da organização de evento que busca oportunidades de emprego aos lagoenses

O presidente do Legislativo, Braulio Guedes (PTB), participou nesta quarta-feira (23), de uma reunião a fim de organizar o Empregar RS. O evento acontecerá no dia 15 de junho, das 9h (...)

Mesa Diretora busca a instalação de abrigo para a Rodoviária

Na sessão ordinária desta segunda-feira (21), o presidente Braulio Guedes (PTB), representando a Mesa Diretora do Legislativo, formalizou pedido de providência ao Executivo Muni (...)

Ruth fiscaliza andamento das Obras

 Na manhã de terça-feira(22), a vereadora do Progressista, Ruth Bussolotto acompanhou o andamento do trabalho da Secretaria de Obras e Viação. Junto com o secret&aa (...)

Mais pinheiros, mais pinhas, mais pinhão: a produção sustentável da araucária

O que resta é cerca de 3% das araucárias que habitavam o Brasil entre 1800 e 1900, quando começou o ciclo da madeira e iniciou a exploração dessa árvore, a (...)

 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes