Colunistas
 
 
Juliana Chilanti Tonial
Advogada especialista em Direito Civil. Mestrada em Direito Ambiental - UCS
julichilanti@yahoo.com.br
 
 
Jovem de gaúcho ficou 1 ano e 4 meses preso por crime que não cometeu! - 20/05/2016
 
Diogo Lucas foi condenado e preso injustamente por crime de estupro, em junho de 2015. O relator, após análise das diversas contradições e fragilidades apontadas pela defesa, concluiu que não havia provas para a condenação, e que o réu não havia praticado nenhuma das condutas pelas quais foi condenado. As desembargadoras Fabianne Breton Baisch e Isabel de Borba Lucas acompanharam o voto pela absolvição. Diante disso, Diogo foi absolvido por unanimidade e logo foi determinada a expedição de alvará de soltura.
A defesa do Réu, em sua sustentação oral, explicou que ele estava preso por um crime que não cometeu. As diversas inconsistências e contradições dos depoimentos, prestados pela vítima do suposto estupro, especialmente o último, na Delegacia de Polícia do Rio Grande, ela reconheceu, categoricamente, que mentiu e que Diogo não era o autor. O advogado de defesa Aury Lopes Jr. explicou: “foi preciso demonstrar que todo o restante da prova era completamente inconsistente, que as perícias comprovaram que não houve a violência sexual, que o reconhecimento pessoal era falso, que até o namorado e os familiares da vítima duvidavam que os fatos tivessem ocorrido. Enfim, que não havia prova alguma para a condenação, exceto a falsa versão da vítima. Infelizmente, a partir dessa falsa ocorrência, todo o sistema de administração da Justiça acabou sendo induzido em erro, culminando com a condenação de um inocente”.
A mãe do réu, e grande responsável pelo feliz desfecho do processo, foi quem procurou a polícia inúmeras vezes alegando a inocência do filho e que insistentemente ganhou a confiança das policiais, que resolveram investigar novamente e, assim, os indícios de um erro vieram à tona. “Enfim a justiça de Deus também se fez na justiça do homem. Ver meu filho livre e, principalmente, inocentado de um crime que ele, desde o início, dizia não ter cometido é a melhor coisa que poderia ter acontecido em minha vida”, afirma.
Que a justiça brasileira é falha não resta a menor dúvida, agora o juiz sentenciar embasado na palavra da vítima - como sendo uma prova plena - foi, evidentemente, o maior erro. Final feliz!!!

*** LAGOA VERMELHA - Não poderia deixar de parabenizar o poder público de nossa cidade, especialmente nas pessoas dos organizadores dos mais variados eventos que coroaram, com grande êxito, as comemorações dos 135 anos do nosso município. Muitas foram as formas de entretenimento, integração e lazer proporcionadas a todos nós. Que este ano sirva de exemplo para os próximos!
 
Outras colunas deste Autor
01/07/2016
Projeto “Pai Presente” vem se consolidando no país - 24/06/2016
Já vai tarde Cunha! - 17/06/2016
Newton Ishii - o Japonês da Federal! - 10/06/2016
Que tal ganhar 20 euros para optar pelo transporte público? - 03/06/2016
Erros acontecem! - 27/05/2016
Jovem de gaúcho ficou 1 ano e 4 meses preso por crime que não cometeu! - 20/05/2016
13/05/2016
Não resta dúvida que somos dominados por aplicativos de celulares! - 06/05/2016
Sobre a frase mais polêmica da semana - 29/04/2016
Foi um show de imbecilidades! - 22/04/2016
Esse nosso país já virou piada! - 15/04/2016
A posse de uma das entidades mais confiáveis do país - OAB - 08/04/2016
01/04/2016
Em questão de horas o Brasil vira de cabeça para baixo! - 25/03/2016
 
   
publicidade - anuncie
   


Aldoir Rodrigues Nepomuceno
Advogado e Jornalista


Jaine Cerioli
Psicopedagoga Clínica


Joel Anzolin Muliterno
Advogado

Outros Colunistas (...)
O Esporte é Dez homenageia os melhores de 2017
Numa iniciativa a Associação Lagoense de Esportes - ALE, sob a presidência de Roberto Dalle Molle, foi realizada no CTG Alexandre Pato, no dia 12, mais uma edição do O Esporte e Dez. Dezenas de desp (...)
Nova Mesa Diretora que assumirá em 2018 é eleita
Na última Sessão Ordinária deste ano de 2017, realizada na terça-feira, 12 de dezembro, foi eleita a nova Mesa Diretora do Poder Legislativo. No ano de 2018, o presidente da Câmara Municipal será o ve (...)
Festival de Ginástica Rítmica é realizado na Casa da Cultura
Tendo por local a Casa da Cultura Athos Branco, em Lagoa Vermelha, foi realizada no dia 12 de dezembro, a sexta edição do Festival de Ginástica Rítmica, evento coordenado pela professora Érica Pereir (...)
Selo Sabor Lagoense, tema de reunião entre prefeito e comerciantes
Na última quinta-feira (07), aconteceu na Casa da Cultura Athos Branco um encontro entre a Administração Municipal e os comerciantes de Lagoa Vermelha. Estiveram presentes o prefeito Bonotto e o secre (...)
Fazenda de Vacaria pagará multa de R$ 119 mil por irregularidades trabalhistas na colheita da maçã
A Agroindustrial Perfrutti Ltda., de Vacaria, firmou acordo judicial com o Ministério Público do Trabalho (MPT) em Caxias do Sul, devendo pagar multa de R$ 119.185,61, referentes a irregularidades em (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes