Colunistas
 
 
Juliana Chilanti Tonial
Advogada especialista em Direito Civil. Mestrada em Direito Ambiental - UCS
julichilanti@yahoo.com.br
 
 
Newton Ishii - o Japonês da Federal! - 10/06/2016
 
O agente federal que ficou conhecido por conduzir os presos da Operação Lava Jato - por ironia do destino, ou não - também foi preso. A prisão do Japonês deu-se em virtude de uma acusação onde o mesmo facilitava a entrada de contrabando no país, em uma ação que surgiu a partir da Operação Sucuri. Foi condenado a 4 anos e 2 meses de prisão em regime semiaberto.
Seu nome também foi citado na gravação que levou à prisão do Senador Delcídio do Amaral. No áudio, o senador fazia tratativas com o chefe de gabinete dele, Diogo Ferreira, o advogado Edson Ribeiro e o filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, Bernardo, buscando um plano de fuga para Cerveró, que estava preso na carceragem da PF em Curitiba. O agente é citado durante a conversa quando o grupo discute quem estaria vazando informações para revistas. Delcídio chega a chamar um policial que seria ele de “japonês bonzinho”, sendo tratado como o responsável pela carceragem da PF em Curitiba, para onde são levados os presos da Lava Jato. Com a deflagração da Operação Lava Jato, o agente passou a ser conhecido em todo o Brasil, porque apareceu em todos os flashes, da imprensa, ao lado de empreiteiros, operadores financeiros, políticos e funcionários públicos que eram presos. Japonês ficou tão famoso que no carnaval deste ano ganhou até marchinha.
Sua prisão não teve nada a ver com a Operação Lava Jato, mas contribuiu para um certo “descrédito” da população, ao agente público, pelo menos é o que se pode notar nas redes sociais. Na verdade, o povo clama por condenação, por justiça, quer ver o sujeito fechado e pagando!
Se a voz do povo é a voz de Deus, que paguem também Renan Calheiros, Jucá, Sarney, Cunha, Temer, Dilma, Aécio enfim, todos que tiverem qualquer participação em crimes que atinjam a Administração Pública.
Particularmente, aguardo ansiosa, pelo momento do “juízo final” do, inquestionável, mentor da corrupção, dos últimos 14 anos: Luiz Inácio Lula da Silva. Aquele que pregou a moral, que cobrava por um país sem roubalheira, que se dizia do lado dos mais desafortunados, que tanto criticava o governo da época e seus programas sociais. O Lula da oposição às políticas econômicas de seus antecessores, que fazia combates ao comportamento antiético do governo e dos políticos, enfim, daquele que riu e debochou todo este tempo do povo brasileiro e que confessou toda a sua culpa - através daquelas polêmicas escutas telefônicas - que sabia do mensalão e que enganou o povo para ganhar as eleições.
Tanto isso é verdadeiro que, ainda em novembro de 2015, o próprio declarou o seguinte, em um de seus discursos em São Paulo: “Nós ganhamos as eleições, sabe, com um discurso e, depois das eleições, sabe, nós tivemos de mudar o nosso discurso e fazer aquilo que nós dizíamos que não íamos fazer. Esse é um fato conhecido de 204 milhões de habitantes e conhecido pela nossa querida presidente Dilma Rousseff”.
Admitiu, também naquela ocasião - sem só e nem piedade - o estelionato eleitoral.
 
Outras colunas deste Autor
01/07/2016
Projeto “Pai Presente” vem se consolidando no país - 24/06/2016
Já vai tarde Cunha! - 17/06/2016
Newton Ishii - o Japonês da Federal! - 10/06/2016
Que tal ganhar 20 euros para optar pelo transporte público? - 03/06/2016
Erros acontecem! - 27/05/2016
Jovem de gaúcho ficou 1 ano e 4 meses preso por crime que não cometeu! - 20/05/2016
13/05/2016
Não resta dúvida que somos dominados por aplicativos de celulares! - 06/05/2016
Sobre a frase mais polêmica da semana - 29/04/2016
Foi um show de imbecilidades! - 22/04/2016
Esse nosso país já virou piada! - 15/04/2016
A posse de uma das entidades mais confiáveis do país - OAB - 08/04/2016
01/04/2016
Em questão de horas o Brasil vira de cabeça para baixo! - 25/03/2016
 
   
publicidade - anuncie
   


Ademar Fagundes
Jornalista e Radialista


Frei Marcelo de Carvalho


Marcos Roberto Nepomuceno

Outros Colunistas (...)
O Esporte é Dez homenageia os melhores de 2017
Numa iniciativa a Associação Lagoense de Esportes - ALE, sob a presidência de Roberto Dalle Molle, foi realizada no CTG Alexandre Pato, no dia 12, mais uma edição do O Esporte e Dez. Dezenas de desp (...)
Nova Mesa Diretora que assumirá em 2018 é eleita
Na última Sessão Ordinária deste ano de 2017, realizada na terça-feira, 12 de dezembro, foi eleita a nova Mesa Diretora do Poder Legislativo. No ano de 2018, o presidente da Câmara Municipal será o ve (...)
Festival de Ginástica Rítmica é realizado na Casa da Cultura
Tendo por local a Casa da Cultura Athos Branco, em Lagoa Vermelha, foi realizada no dia 12 de dezembro, a sexta edição do Festival de Ginástica Rítmica, evento coordenado pela professora Érica Pereir (...)
Selo Sabor Lagoense, tema de reunião entre prefeito e comerciantes
Na última quinta-feira (07), aconteceu na Casa da Cultura Athos Branco um encontro entre a Administração Municipal e os comerciantes de Lagoa Vermelha. Estiveram presentes o prefeito Bonotto e o secre (...)
Fazenda de Vacaria pagará multa de R$ 119 mil por irregularidades trabalhistas na colheita da maçã
A Agroindustrial Perfrutti Ltda., de Vacaria, firmou acordo judicial com o Ministério Público do Trabalho (MPT) em Caxias do Sul, devendo pagar multa de R$ 119.185,61, referentes a irregularidades em (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes