Colunistas
 
 
Grieco Rodrigo Bossardi
Doutorado em Administração - Professor Universitário - Contador
 
 
Projeções e cenário industrial - 08/04/2016
 
Está em andamento no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o cronograma de ajustes macroeconômicos os quais estão sendo postos em prática em nosso país. Fato é que tais manobras, não podem paralisar qualquer que seja o segmento de mercado, quer seja interno ou externo.
Vive-se um momento de extrema dificuldade para a indústria, onde este setor teve a perda de uma série de incentivos anteriormente concedidos pelo Governo Federal, como exemplo, a Lei do Bem, a qual permitia as indústrias, abaterem da base de cálculo de Imposto de Renda e Contribuição Social, todos os gastos despendidos com projetos de novas tecnologias ou produtos.
Mesmo com o Programa Brasil Mais Produtivo, o qual investirá R$ 50 milhões em capacitação para aumentar o desempenho e produção das indústrias de peque e médio porte, tornar-se um desafio para o segmento industrial, alavancar a si próprias e a economia.
O Programa Brasil Mais Produtivo, tem como premissa que as empresas recebam consultoria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), objetivando técnicas para redução do desperdício no processo de produção. A instituição irá aportar R$ 25 milhões para o programa e o restante, também R$ 25 milhões, serão alocados pelo Governo Federal,.
A meta é até o final de 2017, que três mil empresas sejam atendidas, com gasto médio de R$ 18 mil para cada uma. Desse valor, R$ 15 mil serão subsidiados pelo Brasil Mais Produtivo e R$ 3 mil serão contrapartida das empresas, podendo este último, ser financiado pelo Cartão BNDES.

BOLSA DE VALORES
Com toda a agitação política e econômica que atinge o País, especialmente em março, vários são os reflexos econômicos e de mercado financeiro, com câmbio e bolsa oscilando de forma brusca em curto espaço de tempo e um aumentando de forma relevante as operações e volumes negociados.
O segmento de ações na Bovespa, circulou em média R$ 9,19 bilhões por dia durante o mês de março, ante R$ 6,07 bilhões diários no mês anterior, fevereiro, numa alta de 51%.
O cenário que parece ser uma grande turbulência para o investidor é ao mesmo tempo uma gama de oportunidades e de lucro para as instituições financeiras.
Diz-se que apesar de essas altas e baixas serem péssimas para a economia do País e consequentemente para a entrada de investidores estrangeiros, se for avaliado o volume, é perfeitamente visível que as instituições financeiras estão lucrando em meio a crise política.
Em termos de ativos de renda fixa, houve melhora com crescimento de negócios de 12% e um aumento do volume financeiro de 15,4%. No que tange ao segmento de câmbio, o aumento de número de operações foi de 9% e o volume financeiro aumentou em 40%.
Várias corretoras que vinham sendo prejudicadas com a forte queda nos volumes da bolsa e o fraco interesse dos investidores por ações, foram beneficiadas pelo aumento de negociações da bolsa.
Com as postergações do desfecho da crise política, as oscilações do dólar e da bolsa, provavelmente sigam por tempo indeterminado, aumentando ainda mais os volumes de negócios dessas instituições, que já vislumbram continuar o seu crescimento.

Precisamos continuar
Perseverando em Trabalho
e Esperança de que o atual
cenário mude e possamos
retomar a economia e política
do País, de forma justa e
idônea, para que a Nação
usufrua do mínimo a que lhe
é de direito.
 
Outras colunas deste Autor
01/07/2016
Tempo e vida: algumas indagações - 17/06/2016
Desemprego sobe no brasil - 03/06/2016
Banco Central acompanha nove bancos do SFN - 20/05/2016
As crises econômicas que mudaram o rumo da economia mundial - 06/05/2016
Alavanca para a retomada da economia será a infraestrutura - 22/04/2016
Projeções e cenário industrial - 08/04/2016
A sobra de energia no país e suas conquências - 25/03/2016
Sem pudor, sem poder, sem rumo, sem prumo - 11/03/2016
Armínio Fraga se manifesta sobre o atual momento Econômico do País - 26/02/2016
Descanso em finais de Semana - 12/02/2016
Com a atual conjuntura econômica, mais de 3,5 milhões de brasileiros caem da Classe C - 15/01/2016
Confiança da indústria aumenta em dezembro - 01/01/2016
Banco Central trabalha para metas de inflação em 2017 - 18/12/2015
Vale do Rio Doce receberá investimento em 2016 - 04/12/2015
 
   
publicidade - anuncie
   


Aldoir Rodrigues Nepomuceno
Advogado e Jornalista


Cláudio Júnior Damin
Cientista Político


Terezinha do Carmo
Pedagoga

Outros Colunistas (...)
Capão Bonito do Sul sediou 2º Seminário Regional sobre Pecuária de Corte
Pensando em trazer algo inovador para os pecuaristas do município e região durante a programação da Semana do Município de Capão Bonito do Sul, a secretaria da Agricultura em parceria com a Emater/RS- (...)
Ibiraiaras/Caseiros: Acidente causa uma morte e deixa três feridos
Por volta de 5h30min da madrugada deste sábado, no km 57 da ERS 126, entre os municípios de Caseiros e Ibiraiaras, um acidente de trânsito deixou uma vítima fatal e três pessoas feridas. Segundo o (...)
Em andamento, Copa ABAMF de Integração de Esportes
Em sua 20ª edição, neste sábado, teve início a vigésima edição da Copa ABAMF de Integração de Esportes. Várias modalidades esportivas estão sendo disputadas e algumas premiações já foram entregues n (...)
Ponte sobre o Rio Bernardo José é inaugurada
Depois de 25 anos de espera, a ponte sobre o Rio Bernardo José, no limite entre os municípios de Capão Bonito do Sul e Esmeralda é inaugurada nesta sexta-feira, 20. O ato contou com a presença do pref (...)
Associação Amigos da Casa da Cultura realiza Reunião Ordinária
Na próxima terça-feira, dia 24, a diretoria da Associação Amigos da Casa da Cultura de Lagoa Vermelha, convoca seus membros fundadores, associados e apoiadores para Reunião Ordinária. A reunião tra (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes