Colunistas
 
 
Grieco Rodrigo Bossardi
Doutorado em Administração - Professor Universitário - Contador
 
 
Tempo e vida: algumas indagações - 17/06/2016
 
Saindo um pouco do contexto sócio-econômico, abordaremos hoje o assunto relacionamento com a vida e o tempo, o que ultimamente, devido aos avanços tecnológicos e a midiáticos, e porque não dizer, falta de sintonia com familiares e outros, acabam afastando os indivíduos cada vez mais.
O verdadeiro sentido da vida é um dos grandes mistérios do ser humano. Vivemos e muitas vezes tentamos viver sem saber se vai até que ponto valem apenas os esforços que fazermos. Na trajetória de nossa existência, confrontamos contra o tempo e porque não dizer, é o maior inimigo nos tempos atuais, corremos contra ele durante todos os dias, não restando-nos opção para desfrutar dos prazeres da vida. Bem, qual o prazer da vida se o tempo absorver nossos momentos todos os dias?
No Ensino médio e fundamental, somos praticamente obrigados a decorar matérias sentados em uma cadeira, desde os primórdios, apenas ouvindo e absorvendo o que é ensinado sem ao menos questionarmos se o que está sendo ministrado está correto ou não. Em se tratando do Ensino Médio passamos a adolescência convivendo com a dúvida sobre o rumo profissional que devemos seguir ou com o objetivo de que o diploma da faculdade irá garantir o nosso trabalho. Ainda, nesta fase da vida temos que nos esforçar para nos encaixarmos aos padrões da sociedade e não ficarmos excluídos dos grupos sociais. O tempo para essas decisões e pressões que a vida oferece é cruel, pois não nos dá margem para refletirmos ou pensarmos e somos levados pelo ritmo frenético. Onde encontrar o prazer da vida com todas essas obrigações?
Ao adentrar na faculdade, buscando o tão sonhado diploma, poderemos talvez ter melhores condições financeiras para desfrutar dos prazeres da vida...ou não. Enfim, inicia-se o curso imaginando ganhar dinheiro, fazer o que gostamos, porém não sabemos o que o futuro nos reserva. Talvez isto, seja o mais interessante da vida: não ter noção do futuro que é a locomotiva que pode nos mover a acordar cedo e trabalhar todos os dias. No decorrer do curso acadêmico o tempo se torna novamente inimigo. Prazos para entrega de trabalhos nos apertam e nos tiram o nosso tempo com amigos, família e diversão, ás vezes temos que trabalhar para nos sustentarmos e sobreviver com o dinheiro do estágio que nem sempre é o suficiente para nos tornarmos independentes. Essa rotina nos sufoca de forma tal, apertando nosso peito com uma grande força. E de novo, o tempo cada vez menos livre passamos a usar para o nosso pouco momento de descanso, o dinheiro para o lazer é menor, o encontro com os amigos são raros porque o tempo e os compromissos de cada um impedem nossos momentos. Que loucura essa coisa chamada vida.
Passada a conclusão do curso universitário e com o diploma, iniciamos a vida profissional na área em que sonhávamos. Talvez até consigamos a vida que sonhamos, mas a idade avança e a disposição para o lazer nem é tanta como em outras fases da vida. A rotina e o stress do mundo corporativo nos fazem pedir o descanso, a correria do tempo nos faz com que não lembramos das coisas simples da vida e que nos da prazer de viver.
Tempo e pressão são tão grandes que muitas vezes nem paramos pra pensar sobre os amigos, família, lazer e diversão. Não restam dúvidas que na vida os pensamentos artificiais do mundo corporativo são maiores do que aqueles que gostaríamos de pelo menos ter tempo pra desfrutar. Há muito, estamos nos tornando robôs em forma de humanos, aceitamos fazer e reproduzir todas as mudanças que o planeta, a tecnologia estão impondo. Enfim seria bom viver a vida.
Aposentados, não se sabe o ponto que chegaremos lá, mas provavelmente pensaremos nos momentos da vida que deixamos de viver de verdade, com lembranças nostálgicas do tempo que passou. Talvez, nos arrependeremos de algumas coisas e outras ficará a lembrança dos momentos alegres que não poderão ser mais vividos. É nessa fase da vida que o tempo realmente vai deixando ela cada vez mais curta.
A rotina da vida pode nos pressionar e deixar sem tempo. Porém, essa dificuldade em enfrentar os problemas seja o que nos move todos os dias. O curto momento de diversão é o que torna a diversão mais prazerosa. Se tudo fosse fácil os momentos de alegria não seriam tão valorizados. Porque não concluir que a rotina apertada é que valoriza o nosso sorriso durante os momentos de folga do mundo corporativo. A vida é como um jogo de futebol, se as vitórias fossem sempre fáceis não comemoraríamos tanto um título de nosso time. Até que a vida é prazerosa sim, cabe a nós entendermos como ela é.
Em suma: tudo é correr atrás do vento!!! Vivamos cada dia, em harmonia com todos, sem atritos, com quem quer que seja, e valorizemos nossas amizades, nossa família, porque o tempo... o tempo passa... e passado... não volta.
Aproveito para externar meus parabéns pelo aniversário do Município de Lagoa Vermelha, minha adotável terra Natal. Parabenizar também a Folha do Nordeste pelos 25 anos de trabalho, digno e idôneo e a Rádio Cacique pelos seus 68 anos. Orgulho disto, parabenizo toda a equipe que compõe a Folha e a Rádio, sem qualquer distinção. Todos são merecedores em cada atividade que exercem, e ao município, congratulações a todas as autoridades que exerceram cargos que deram novos rumos a nossa cidade.
Nossos sinceros votos a todos!

*****
Permita-se rir e conhecer outros corações. Aprenda a viver, aprenda a amar as pessoas com solidariedade, aprenda a fazer coisas boas, aprenda a ajudar os outros, aprenda a viver sua própria vida.
Mario Quintana
 
Outras colunas deste Autor
01/07/2016
Tempo e vida: algumas indagações - 17/06/2016
Desemprego sobe no brasil - 03/06/2016
Banco Central acompanha nove bancos do SFN - 20/05/2016
As crises econômicas que mudaram o rumo da economia mundial - 06/05/2016
Alavanca para a retomada da economia será a infraestrutura - 22/04/2016
Projeções e cenário industrial - 08/04/2016
A sobra de energia no país e suas conquências - 25/03/2016
Sem pudor, sem poder, sem rumo, sem prumo - 11/03/2016
Armínio Fraga se manifesta sobre o atual momento Econômico do País - 26/02/2016
Descanso em finais de Semana - 12/02/2016
Com a atual conjuntura econômica, mais de 3,5 milhões de brasileiros caem da Classe C - 15/01/2016
Confiança da indústria aumenta em dezembro - 01/01/2016
Banco Central trabalha para metas de inflação em 2017 - 18/12/2015
Vale do Rio Doce receberá investimento em 2016 - 04/12/2015
 
   
publicidade - anuncie
   


Frei Marcelo de Carvalho


Joel Anzolin Muliterno
Advogado


Carlos R. Dellavalle Filho
Engenheiro Agrônomo

Outros Colunistas (...)
Secretaria da Agricultura abre inscrições para construção de silos
A Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente de Lagoa Vermelha abre o período de inscrições para a construção de silos do tipo trincheiras ou limpeza dos já existentes. As inscrições irão até (...)
Sub 13 do Lagoa Futsal vence três confrontos
Jogando pela Copa Amunor, na quarta-feira, 15 de novembro, no Adolfo Stella, a categoria de Base Sub 13 do Lagoa Futsal venceu os três confrontos: Lagoa Futsal 3 x 0 Muitos Capões, Lagoa Futsal 15 x (...)
Câmara: Brigada Militar recebe homenagem pelos 180 anos
Poder Legislativo de Lagoa Vermelha, sob a presidência do vereador Ranyeri Bozza, realizou, na terça-feira, 14, sessão solene em homenagem aos 180 anos da Brigada Militar no Estado do Rio Grande do Su (...)
Poder Público e entidades empresariais preparam a Expolagoa 2018
Na tarde de terça-feira, 14, na sede da CICAS, na presença da imprensa, o secretário da Indústria e Comércio, João Paulo Salvador, juntamente com o Sindilojas, Sicom, Cicas e Sindilojas, realizou o la (...)
Ricardo Machado compete em São Paulo
O ciclista da Universidade de Passo Fundo (UPF) Ricardo Machado participará, no próximo sábado, 18 de novembro, do MTB 12 Horas. A ser realizada em São Paulo, a competição de longa duração é considera (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes