Radar online
Por Aldoir Nepomuceno
 
Reforma da previdência é uma necessidade financeira e fiscal, diz Ministro Meirelles
 
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (17) que a reforma da Previdência é necessidade financeira e fiscal e que o relatório da proposta deve ser apresentado amanhã (18) pelo deputado Arthur de Oliveira Maia (PPS-BA), relator do texto na comissão especial da Câmara. Ontem (16), parlamentares e ministros se reuniram com o presidente Michel Temer para discutir detalhes da reforma proposta pelo Executivo.

Meirelles disse que as mudanças feitas pelo relator estão dentro da margem de negociação prevista pelo governo e que as lideranças da base aliada estão comprometidas com a aprovação da reforma. “Quero dizer que as lideranças todas estão comprometidas a aprovar o mais rápido possível”, disse, após participar de seminário sobre a Previdência, promovido pelo jornal Valor Econômico.

Segundo ele, ainda falta fechar no texto questões de metodologia e detalhes como o do modelo do regime de transição para as aposentadorias e questões referentes a acúmulo de aposentadoria e pensão por morte. “Existe aí uma série de coisas que ainda não estão definidas. Até amanhã, o relatório estará pronto e em condições de ser divulgado”, afirmou. E completou “Estaremos durante todo o decorrer do dia de hoje fazendo os cálculos para ter a segurança de que os números estão dentro daqueles números que asseguram o sucesso da reforma.”

Ao defender a necessidade da aprovação da reforma da Previdência, Meirelles disse que a medida irá contribuir para a retomada do crescimento do país. “A reforma não é uma questão de preferência ou de opinião, é uma questão de necessidade matemática, financeira, fiscal. Se o país não fizer uma reforma no devido tempo, em primeiro lugar as taxas de juros brasileiras, ao invés de cair, vão voltar a subir fortemente, vão faltar recursos para o financiamento do consumo, do investimento, o desemprego voltará a crescer e, ao mesmo tempo, teremos a inflação de volta”, disse

A reunião de ontem com o presidente Temer durou cerca de três horas e teve a participação dos ministros da Fazenda, Henrique Meireles; da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy; da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco; e de parlamentares como o relator da reforma da Previdência Arthur de Oliveira Maia, relator da reforma da Previdência, e de Carlos Marun (PMDB-MS), presidente da comissão.

Seminário

Durante a apresentação no seminário, o ministro Meirelles disse que circulam informações inverídicas sobre a reforma, como a de que, caso fosse feita a cobrança dos grandes devedores, seria possível pagar o déficit da Previdência. Segundo ele, mais de 50% da chamada dívida ativa com a previdência pública é de companhias falidas e as demais dívidas são cobradas seguindo os ritos judiciais.

(Agência Brasil)
Mais informações
 
IPCA-15 sobe 0,24% em maio, diz IBGE
PF cumpre mandados contra suspeitos de superfaturar obras do Mané Garrincha
Defesa de Temer desiste de recurso
Confiança do comércio cresce 2,7%, com alta em todos os itens
STF só analisará suspensão de inquérito contra Temer após perícia em gravação
Base aliada e oposição divergem sobre retomada de votações no Congresso
Mercado financeiro reduz projeção de inflação para 3,92% este ano
"Se quiserem, me derrubem", diz Temer a jornal
Autorizada licitação para obra rodoviária de R$ 19 milhões na Serra
OAB aprova abertura de pedido de impeachment contra Temer
STF atende defesa de Temer e autoriza perícia da PF em áudio
Delator diz que JBS repassou R$ 1,5 milhão de 'crédito de propina' à campanha do governador do RS a pedido de Aécio
J&F não aceita fechar acordo de leniência de R$ 11 bi com o Ministério Público
Temer vai pedir ao STF suspensão de inquérito até que gravação seja periciada
JBS ajudou a financiar campanhas de 1.829 candidatos de 28 partidos
 
 
   
publicidade - anuncie
   


Joel Anzolin Muliterno
Advogado


Mariluci Melo Ferreira


Laura Helena Pacheco Roman
Professora

Outros Colunistas (...)
Ana Amélia diz que não há condições para Temer permanecer na presidência
Em discurso na tribuna, nesta quinta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS) disse que não vê condições para Michel Temer permanecer na Presidência da República depois das robustas acusações de obst (...)
Comissão Especial da Segurança Pública aprova relatório final com sugestão de 47 medidas
A Comissão Especial da Segurança Pública, presidida pelo deputado Ronaldo Santini (PTB), aprovou por unanimidade, no início da tarde desta quinta-feira (18), o seu relatório final, elaborado pelo depu (...)
Na capital federal, Sossella prestigia XX Marcha em Defesa dos Municípios
Como coordenador da Frente Parlamentar Municipalista da Assembleia Legislativa, o deputado Gilmar Sossella (PDT) prestigiou nesta semana a XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. O evento, que (...)
Gustavo Bonotto recebe moradores do Bairro Gentil
Na noite de quinta-feira (11), o prefeito Gustavo Bonotto recebeu em seu gabinete moradores da Rua Sargento Salvador Felício Bueno, do Bairro Gentil– ligação com a Associação dos Moto (...)
Certificado Internacional de Vacinação passará a ser expedido em Lagoa Vermelha
Toda a pessoa que deseja viajar para países que exigem CIVP válido e constam na lista da Organização Mundial de Saúde precisa emitir o Certificado Internacional de Vacinação, que até o momento era exp (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes