Radar online
Por Aldoir Nepomuceno
 
Reforma trabalhista passará com faclidade pela Câmara, afirma relator
 
O relator do substitutivo ao projeto de lei da reforma trabalhista, Rogério Marinho (PSDB-RN), afirmou hoje (17) que o projeto passará “sem muitos sobressaltos e com tranquilidade” pela Câmara dos Deputados. O parlamentar falou nesta segunda-feira na Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos (Amcham), na capital paulista.

Marinho informou que a matéria será apreciada pela comissão especial amanhã (18). A agenda de tramitação da proposta depende de definição de pedido de urgência pelo plenário da Casa. Sem a urgência, a comissão deve esperar o prazo de cinco sessões para se reunir, o que deve ocorrer em, pelo menos, duas semanas. O deputado disse acreditar que, no fim deste mês, o projeto será aprovado na Câmara e, em junho, no Senado.

Segundo Marinho, a discussão sobre a reforma da Previdência acabou deixando a reforma trabalhista “fora do radar”. O deputado disse ainda que o anúncio que fez de que a contribuição sindical passará a ser opcional também vai ajudar para acelerar a tramitação da proposta. “Eu anunciei o imposto opcional. Ninguém discute mais nada, só o dinheiro que vão deixar de ganhar.”

Terceirização

Sobre as críticas de que a reforma estimularia a demissão de funcionários para posterior recontratação como terceirizados, chamada de pejotização, Marinho afirmou que está superada com a inclusão, no parecer, de uma quarentena de 18 meses entre a demissão de um trabalhador e sua recontratação.

“Ninguém vai demitir um funcionário e esperar um ano e seis meses para readmiti-lo. Seria uma burrice extraordinária do dono da empresa. Você vai perder quem está treinado, qualificado, esperar um ano e seis meses para recontratá-lo? Seria um equívoco.”

O deputado disse também não acreditar que grandes empresas façam escalas de demissão e recontratação de empregados. “Seria muito maquiavelismo. Seria uma questão de você estar julgando da pior maneira possível. É muito pouco provável que isso aconteça.”

Manifestações

Marinho considerou natural a mobilização dos trabalhadores contra a reforma trabalhista, como a greve geral convocada para o próximo dia 28. “As mobilizações são perfeitamente naturais, fazem parte do processo democrático. As críticas ao projeto são improcedentes. Dizer que haverá precarização do trabalho e retirada de direitos [quando] todos os direitos do trabalhador brasileiro estão na Constituição, no Artigo 7, nos incisos”, rebateu.

(Agência Brasil)
Mais informações
 
IPCA-15 sobe 0,24% em maio, diz IBGE
PF cumpre mandados contra suspeitos de superfaturar obras do Mané Garrincha
Defesa de Temer desiste de recurso
Confiança do comércio cresce 2,7%, com alta em todos os itens
STF só analisará suspensão de inquérito contra Temer após perícia em gravação
Base aliada e oposição divergem sobre retomada de votações no Congresso
Mercado financeiro reduz projeção de inflação para 3,92% este ano
"Se quiserem, me derrubem", diz Temer a jornal
Autorizada licitação para obra rodoviária de R$ 19 milhões na Serra
OAB aprova abertura de pedido de impeachment contra Temer
STF atende defesa de Temer e autoriza perícia da PF em áudio
Delator diz que JBS repassou R$ 1,5 milhão de 'crédito de propina' à campanha do governador do RS a pedido de Aécio
J&F não aceita fechar acordo de leniência de R$ 11 bi com o Ministério Público
Temer vai pedir ao STF suspensão de inquérito até que gravação seja periciada
JBS ajudou a financiar campanhas de 1.829 candidatos de 28 partidos
 
 
   
publicidade - anuncie
   


Ademar Fagundes
Jornalista e Radialista


Leodário Schuster
Empresário


Mariluci Melo Ferreira

Outros Colunistas (...)
Ana Amélia diz que não há condições para Temer permanecer na presidência
Em discurso na tribuna, nesta quinta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS) disse que não vê condições para Michel Temer permanecer na Presidência da República depois das robustas acusações de obst (...)
Comissão Especial da Segurança Pública aprova relatório final com sugestão de 47 medidas
A Comissão Especial da Segurança Pública, presidida pelo deputado Ronaldo Santini (PTB), aprovou por unanimidade, no início da tarde desta quinta-feira (18), o seu relatório final, elaborado pelo depu (...)
Na capital federal, Sossella prestigia XX Marcha em Defesa dos Municípios
Como coordenador da Frente Parlamentar Municipalista da Assembleia Legislativa, o deputado Gilmar Sossella (PDT) prestigiou nesta semana a XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. O evento, que (...)
Gustavo Bonotto recebe moradores do Bairro Gentil
Na noite de quinta-feira (11), o prefeito Gustavo Bonotto recebeu em seu gabinete moradores da Rua Sargento Salvador Felício Bueno, do Bairro Gentil– ligação com a Associação dos Moto (...)
Certificado Internacional de Vacinação passará a ser expedido em Lagoa Vermelha
Toda a pessoa que deseja viajar para países que exigem CIVP válido e constam na lista da Organização Mundial de Saúde precisa emitir o Certificado Internacional de Vacinação, que até o momento era exp (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes