Radar online
Por Aldoir Nepomuceno
 
Pedido de vista adia votação no Senado de projeto sobre abuso de autoridade
 
Um pedido de vista coletivo adiou nesta quarta-feira (19) a votação do substitutivo do senador Roberto Requião (PMDB-PR) à proposta que tipifica crimes por abuso de autoridade. Em meio a uma disputa entre parlamentares e integrantes do Ministério Público e do Judiciário, esta é a terceira versão da proposta que originalmente foi apresentada pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL). A nova votação ficou marcada para a próxima semana.

O texto de Renan recebeu críticas e acusações de que seria uma vingança à atuação de juízes e procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato, entre eles Sérgio Moro, responsável por julgar os processos da operação na primeira instância. Com base em uma a proposta sugerida pela Procuradoria-Geral da República e transformada em projeto pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), o substitutivo estabelece 30 condutas que devem ser criminalizadas. Entre elas, decretar prisão preventiva em desconformidade com a lei e submeter investigado ou testemunha a condução coercitiva antes de tê-lo intimado. O projeto diz ainda que devem ser punidas condutas com finalidade específica de prejudicar outrem, beneficiar a si ou por capricho.

Durante a leitura do relatório, o senador Requião, que fez várias mudanças na proposta dos procuradores, disse que a primeira preocupação dele ao assumir o tema foi evitar o chamado "crime de hermenêutica", ou seja, punir o agente por divergência na interpretação da lei. O senador destacou que não permitiria que isso acontecesse, mas ainda assim esse ponto do relatório recebeu críticas. O senador decidiu mudar a redação para deixar claro que, para a configuração do abuso, não basta a divergência na interpretação de lei ou na avaliação de fatos e provas, sendo necessário que esteja presente o dolo de prejudicar, beneficiar ou satisfazer-se pessoalmente.

“Espero com isso colocar ponto final, afastando injustas ilações de que se tinha intenção de punir magistrados e promotores”, afirmou.

(Agência Brasil)
Mais informações
 
Comissão aprova reforma trabalhista
Depois da chuva vem o frio
STF revoga prisão domiciliar de Bumlai
Brasileiros estimam inflação de 7,5% nos próximos 12 meses, diz FGV
Janot adia votação de resolução que pode afetar Lava Jato
Presidente da Câmara quer votar reforma trabalhista até quinta-feira,27
País registrou queda no número de celulares e de TV por assinatura, diz Anatel
Roubo de R$ 100 milhões leva cenário de guerra à fronteira Brasil-Paraguai
Temer pede empenho de Ministros para aprovação das reformas
Em 3 anos, principais empresas citadas na Lava jato demitiram quase 600 mil
Temer: confiança na economia do Brasil voltou
Campanhas presidenciais de 2014 receberam R$ 37 mi em caixa 2, dizem delatores
Cerca de 70% dos inquéritos abertos por Fachin envolvem pagamento de caixa 2
Meirelles diz que país pode crescer mais de 3% se reformas forem aprovadas
Produto Interno Bruto cresce 0,78% de janeiro para fevereiro, diz FGV
 
 
   
publicidade - anuncie
   


Fabiana Rankrape


Joel Anzolin Muliterno
Advogado


Mariluci Melo Ferreira

Outros Colunistas (...)
Feriado Municipal é transferido para o dia 15 de maio
A Prefeitura Municipal de Lagoa Vermelha informa que no ano de 2017, conforme prevê no art. 4º, da Lei Orgânica Municipal, o feriado municipal que ocorreria na quarta-feira, dia 10 de maio, foi transf (...)
Prefeitura abre vagas para professores de ciências e matemática
A prefeitura Municipal abriu processo seletivo simplificado para a contratação de professores para atuarem no ensino municipal, sendo três vagas para professores de Matemática e uma vaga para professo (...)
Lagoa Vermelha está sem agência do IPERGS, cobra vereador
O vereador Braulio Guedes encaminhou requerimento através da Câmara de Vereadores para que o Poder Legislativo solicite explicações para o Governo do Estado, sobre o fechamento da Agência do Instituto (...)
Extensão acadêmica em debate na UPF
Buscando qualificar o ensino, a Faculdade de Medicina da Universidade de Passo Fundo (FM/UPF) realizou, na terça-feira, 18 de abril, uma mesa redonda para discutir e promover a extensão universitári (...)
Vereadora Ruth participa da Conferência Municipal em Saúde das Mulheres
Nesta quarta-feira (19), a vereadora Ruth Bussolotto (PP) participou da Conferência Municipal em Saúde das Mulheres, realizada na Casa da Cultura. Durante o evento foram abordados os seguintes temas: (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes