Radar online
Por Aldoir Nepomuceno
 
Moro condena Lula a nove anos e seis meses de prisão no caso triplex
 
O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, condenou nesta quarta-feira (12) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A condenação é relativa ao processo que investigou a compra e a reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. A sentença, divulgada hoje (12), prevê que Lula poderá recorrer da decisão em liberdade.

Na decisão (clique aqui para acessar a íntegra), Moro afirma que as reformas executadas no apartamento pela empresa OAS provam que o imóvel era destinado ao ex-presidente.

“Nem é necessário, por outro lado, depoimento de testemunhas para se concluir que reformas, como as descritas, não são, em sua maioria, reformas gerais destinadas a incrementar o valor do imóvel, mas sim reformas dirigidas a atender um cliente específico e que, servindo aos desejos do cliente, só fazem sentido, quando este cliente é o proprietário do imóvel", diz o juiz.

Segundo Moro, ficou provado nos autos que o presidente Lula e sua esposa eram os proprietários de fato do apartamento.

No despacho, o juiz Sérgio Moro diz que “as provas materiais permitem concluir que não houve qualquer desistência em fevereiro de 2014 ou mesmo em agosto de 2014. A reforma do apartamento 164-A, triplex, perdurou todo o ano de 2014, inclusive com vários atos executados e mesmo contratados após agosto de 2014.”

No despacho, Moro também destacou a influência do ex-presidente nas nomeações da Petrobras. “O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha um papel relevante no esquema criminoso, pois cabia a ele indicar os nomes dos diretores ao Conselho de Administração da Petrobras e a palavra do governo federal era atendida. Ele, aliás, admitiu em seu interrogatório, que era o responsável por dar a última palavra sobre as indicações.”

OAS

O ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro Filho conhecido como Leó Pinheiro, também foi condenado no caso, mas por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. A sentença prevê 10 anos e 8 meses de reclusão para o empresário, mas sua pena foi reduzida devido ao fato ter fechado acordo de delação com a Justiça.

Na sentença, o juiz absolveu Lula e Léo Pinheiro das acusações de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do transporte e armazenamento do acervo presidencial por falta de provas.

Moro absorveu por falta de prova Paulo Okamoto, Paulo Roberto Valente Gordilho, Roberto Moreira Ferreira e Fabio Yomamime.

Lula responde a cinco processos na Lava Jato. Nesta semana, o Ministério Público pediu a absolvição do ex-presidente em um dos processos, relativo a uma investigação da Justiça Federal sobre a suposta tentativa de obstrução da Justiça por parte de Lula.

(Agência Brasil)
Mais informações
 
Horário de verão pode ser extinto este ano
Descontingenciamento no Orçamento será de mais de R$10 bi para 2017, sem ajuda de precatórios, diz fonte
Empresários da indústria estão mais onfiantes, diz CNI
BC reduz projeção de inflação este ano para 3,2%
Diretor do BC diz que consumidor já sente sinais de melhoria na economia
Prévia da inflação em setembro tem o menor resultado para o mês desde 2006
Mais de 80% das empresas brasileiras têm irregularidades
Eunício diz que "farra" das coligações tem que acabar
Deputados podem votar esta semana reforma política
PIB cresceu 0,6% no trimestre encerrado em julho, mostra FGV
Dados do PIB mostram fim da recessão, diz pesquisador da FGV
Nova denúncia contra Temer gera tensão no Congresso mas base governista terá mais munição
Por recomandação médica Sartori deixa o Piratini por uma semana
Joesley diz a juiz que está preso porque "mexeu com poderosos"
Microempreendedor tem até 2 de outubro para parcelar débitos na Receita
 
 
   
publicidade - anuncie
   


Juliana Chilanti Tonial
Advogada especialista em Direito Civil. Mestrada em Direito Ambiental - UCS


Mariluci Melo Ferreira


Jaine Cerioli
Psicopedagoga Clínica

Outros Colunistas (...)
Getulio Cerioli admite, pela primeira vez, que vai concorrer a deputado
O ex-prefeito Getulio Cerioli, PDT, que por dois mandatos comandou o município de Lagoa Vermelha, admitiu pela primeira vez para a reportagem da FOLHA DO NORDESTE que seu nome está à disposição do pa (...)
Desfile assinala Semana Farroupilha 2017 em Lagoa Vermelha
O 20 de Setembro, em Lagoa Vermelha, pela manhã, foi assinalado pela realização do tradicional desfile alusivo a Semana Farroupilha, envolvendo entidades tradicionalistas, setores da comunidade, pren (...)
Câmara de Vereadores realizará sessão solene nesta terça-feira
A Semana Farroupilha está sendo comemorada no Rio Grande do Sul e integra eventos em homenagem à cultura gaúcha e aos líderes da Revolução Farroupilha, que lutaram por liberdade e igualdade. Nesta (...)
Sub 20: Lagoa Futsal recebe o Bella Futsal de Caxias do Sul
Em mais um confronto válido pelo estadual, o Lagoa Futsal, no dia 20 de setembro, feriado, estará jogando no Ginásio Adolfo Stella, em Lagoa Vermelha. Vai enfrentar a equipe Bella Futsal, de Caxias do (...)
UPF promove exposição em Dia de Mobilização pelo Trânsito Seguro
A Universidade de Passo Fundo (UPF), por meio da Faculdade de Artes e Comunicação (FAC) e do curso de Artes Visuais, em parceria com a Divisão de Extensão e Assuntos Comunitários, promoveu, nesta segu (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes