Radar online
Por Aldoir Nepomuceno
 
Moro condena Lula a nove anos e seis meses de prisão no caso triplex
 
O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, condenou nesta quarta-feira (12) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A condenação é relativa ao processo que investigou a compra e a reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. A sentença, divulgada hoje (12), prevê que Lula poderá recorrer da decisão em liberdade.

Na decisão (clique aqui para acessar a íntegra), Moro afirma que as reformas executadas no apartamento pela empresa OAS provam que o imóvel era destinado ao ex-presidente.

“Nem é necessário, por outro lado, depoimento de testemunhas para se concluir que reformas, como as descritas, não são, em sua maioria, reformas gerais destinadas a incrementar o valor do imóvel, mas sim reformas dirigidas a atender um cliente específico e que, servindo aos desejos do cliente, só fazem sentido, quando este cliente é o proprietário do imóvel", diz o juiz.

Segundo Moro, ficou provado nos autos que o presidente Lula e sua esposa eram os proprietários de fato do apartamento.

No despacho, o juiz Sérgio Moro diz que “as provas materiais permitem concluir que não houve qualquer desistência em fevereiro de 2014 ou mesmo em agosto de 2014. A reforma do apartamento 164-A, triplex, perdurou todo o ano de 2014, inclusive com vários atos executados e mesmo contratados após agosto de 2014.”

No despacho, Moro também destacou a influência do ex-presidente nas nomeações da Petrobras. “O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha um papel relevante no esquema criminoso, pois cabia a ele indicar os nomes dos diretores ao Conselho de Administração da Petrobras e a palavra do governo federal era atendida. Ele, aliás, admitiu em seu interrogatório, que era o responsável por dar a última palavra sobre as indicações.”

OAS

O ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro Filho conhecido como Leó Pinheiro, também foi condenado no caso, mas por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. A sentença prevê 10 anos e 8 meses de reclusão para o empresário, mas sua pena foi reduzida devido ao fato ter fechado acordo de delação com a Justiça.

Na sentença, o juiz absolveu Lula e Léo Pinheiro das acusações de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do transporte e armazenamento do acervo presidencial por falta de provas.

Moro absorveu por falta de prova Paulo Okamoto, Paulo Roberto Valente Gordilho, Roberto Moreira Ferreira e Fabio Yomamime.

Lula responde a cinco processos na Lava Jato. Nesta semana, o Ministério Público pediu a absolvição do ex-presidente em um dos processos, relativo a uma investigação da Justiça Federal sobre a suposta tentativa de obstrução da Justiça por parte de Lula.

(Agência Brasil)
Mais informações
 
Governo formaliza concessão do Salgado Filho
Crise fecha mais de 4 mil lojas no Rio de Janeiro
Bendine pagou imposto sobre a propina recebida da Odebrecht
CNI/Ibope: 70% desaprovam governo de Michel Temer e 5% aprovam
Sartori vai a Brasilia acompanhar programa de concessão
Queda na produção confirma dificuldade para recuperação da economia, diz CNI
Governo Central registra maior déficit primário da história no primeiro semestre
Juiz do DF suspende aumento de imposto para combustível por liminar
Conselho do Ministério Público amplia orçamento para Lava Jato em 2018
Meirelles admite aumento de novos impostos, se necessário
Janot avalia juntar dois crimes em nova denúncia contra Temer
Governo estuda plano de demissão volunatária dos servidores federais
Dívida Pública sobe 3,22% em junho
Cármen Lúcia diz que não há urgência na análise do pedido de Temer para acessar áudios
Mercado financeiro projeta aumento da inflação para este ano
 
 
   
publicidade - anuncie
   


Joel Anzolin Muliterno
Advogado


Frei Marcelo de Carvalho


Terezinha do Carmo
Pedagoga

Outros Colunistas (...)
Ibiraiaras na Assembleia do COREDE NORDESTE
COMUDES de Ibiraiaras, tendo à frente o presidente Sérgio Baldasso, participou quinta-feira, 20, da Assembleia do COREDE NORDESTE realizado na cidade de Sananduva. A Assembleia definiu os projetos en (...)
Grupo AGATI participa de mais um encontro realizado pelo CRAS
Na tarde de terça-feira (18), a equipe do CRAS reuniu-se com o grupo AGATI do bairro Rodrigues. No encontro foi aplicada uma dinâmica relacionada a doenças e, para finalizar, uma mensagem incentivando (...)
Estadual Sub 20: Lagoa Futsal 5 x 3 São José do Inhacorá
A equipe do Sub 20 do Lagoa Futsal, no domingo, 23, a partir das 14 horas, no Ginásio Adolfo Stella, recebeu o São José do Inhacorá. A equipe treinada por Daniel Bonez venceu pelo placar de 5 x 3. Ass (...)
Em Cerro Branco, Lagoa Futsal empata com a ACBF
Após vitória frente ao Parobé, jogando no Adolfo Stella, quando venceu pelo placar de 8 x 2, o Lagoa Futsal voltou a atuar fora de casa, desta vez em Cerro Branco, quando enfrentou a ACBF. O Lagoa Fut (...)
Sub 20 do Lagoa Futsal tem partida decisiva neste domingo, 23
No treino desta semana, o Sub 20 do Lagoa Futsal se prepara para o jogo de domingo, 23, às 14h, em Lagoa Vermelha, no Adolfo Stella, frente São José do Inhacorá. A partida é válida pelo estadual da (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes