Radar online
Por Aldoir Nepomuceno
 
Decisão do TRF4 sobre Lula será definitiva, ressalta desembargador
 
O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador Carlos Thompson Flores, comentou na manhã desta quinta-feira à Rádio Guaíba a situação do processo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da Operação Lava Jato. Lula foi condenado a nove anos de prisão nessa quarta-feira. A defesa do petista – e o Ministério Público Federal, querendo aumentar a pena – irão recorrer e o processo terá uma sentença definitiva. Ele projetou que todas as etapas devem estar superadas em um ano. “Acredito que até agosto do ano que vem, estes processos já estejam pautados para julgamento.”


Thompson Flores salientou que a futura decisão do colegiado de três desembargadores do TRF4, que tem sede em Porto Alegre, será definitiva, mesmo que ainda haja a possibilidade de o caso vir a ser analisado no Supremo Tribunal Federal e o Superior Tribunal de Justiça. “A decisão do TRF4 é final. O STJ e o STF irão examinar questão de direito, como se teria havido violação ao direito da defesa. Mas eles não vão reexaminar prova de novo, se o que a testemunha declarou estava ou não correto”, explicou. “Em matéria de fato, o que o Tribunal decidir, está, digamos, encerrado.”



Quanto a possíveis manifestações mais fortes ao TRF4, o desembargador disse esperar que os protestos ocorram dentro da ordem. “Dentro da lei, não há nenhum problema”, assegurou. “Mas aquilo que exceder os marcos da lei, terão as consequências previstas na própria lei”, advertiu. Ele citou as manifestações ocorridas em Curitiba quando Lula prestou depoimento e que, na ocasião, a Polícia Militar do Paraná foi acionada. Cenário parecido poderá ocorrer em Porto Alegre: “Se houver ameaça à ordem pública vamos entrar em contato com a SSP para proteção ao prédio e demais instalações.”


Maioria das sentenças de Moro são confirmadas


O presidente do TRF4 salientou que manifestações não irão alterar qualquer questão no julgamento: “Pressões não terá nenhum efeito”. De acordo com ele, em todo o período da Lava Jato, o TRF4 examinou 701 processos relacionados à operação. A maioria era pedido de habeas corpus.


Thompson Flores destacou que o TRF4 atua de maneira isenta. “O Tribunal está agindo de forma imparcial, com rapidez e sem ser irresponsável”, destacou. Ele lembrou que há cerca de duas semanas, o TRF4 absolveu o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Porém, informou, a maioria das sentenças proferidas juiz Sérgio Moro tem sido mantidas: “As decisões do juiz Moro foram confirmadas em quase 90% em todas as instâncias”.

(Correio do Povo)
Mais informações
 
Prévia da inflação fica em 0,38%, segunda menor taxa para fevereiro desde o Real
Se intervenção no Rio não der certo, governo não deu certo, afirma Temer
Estado divulga promoção de 3.311 servidores da Segurança Pública
Associação de juízes propõe greve para discutir auxílio-moradia
Maia diz que Câmara deve aguardar STF antes de votar auxílio-moradia
CNC diz que Rio fechou quase 20 mil postos de trabalho no turismo em 2017
Confiança na economia tem leve queda, mas é a 2ª maior desde abril de 2011
Mães, 307 detentas do Rio Grande do Sul podem ter direito à prisão domiciliar
Eunício: relação com Planalto é boa, mas Senado não é puxadinho de outro Poder
Ministro diz que Congresso é soberano; Senado e Câmara definirão pautas
Intervenção suspende votação de 99 PECs que estão prontas para pauta do Plenário
Pauta econômica apresentada pelo governo é da Câmara, afirma Maia
Temer anuncia criação do Ministério Extraordinário da Segurança Pública
Intervenção é correta, diz base aliada; oposição classifica de cortina de fumaça
Decreto de intervenção federal exige aprovação parlamentar, mas já está em vigor
 
 
   
publicidade - anuncie
   


Jaine Cerioli
Psicopedagoga Clínica


Mariluci Melo Ferreira


Joel Anzolin Muliterno
Advogado

Outros Colunistas (...)
Deputados protocolam retirada do regime de urgência do PL que trata da criação da Subsecretaria de Administração Prisional
Durante a Sessão Plenária desta terça-feira (20/02), o deputado estadual Ronaldo Santini, juntamente ao líder do Governo, deputado estadual Gabriel Souza, protocolaram a retirada do regime de urgência (...)
UPF recebe candidatos para prova do Vestibular Complementar
A Universidade de Passo Fundo (UPF) realizou na noite dessa terça-feira, 20 de fevereiro, a prova do Vestibular Complementar de Verão 2018. Os candidatos fizeram prova única de redação em Passo Fundo (...)
Hospital de Sananduva deverá receber novos recursos
Em recente roteiro pela região Nordeste o deputado federal Giovani Cherini (PR), acompanhado do pré-candidato a deputado estadual, Paparico Bacchi, visitou o Hospital São João de Sananduva. A institui (...)
Reforma da Previdência: Ato público foi realizado em Lagoa Vermelha
Através de ação conjunta entre o CPERS, MPA, Sindicomerciários, Sintracom, PT de Lagoa Vermelha e Caseiros, PT Regional, Fetraf/RS, MMC, MST, Cresol, Cetap, Coopervita, Coopervida, Copercasa, Associaç (...)
Cine SESC de volta em Lagoa Vermelha
Nesta quinta-feira, dia 22 de fevereiro, vai acontecer a 3ª Edição do CineSesc Cinema de Rua em Lagoa Vermelha. O evento começará às 20 horas com a exibição do filme ‘‘ Eu e Meu Guarda-Chuva’’. As edi (...)
 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes