Radar online
Por Aldoir Nepomuceno
 
Fachin envia ao plenário recurso de Lula para evitar prisão após 2ª instância
 
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu hoje (9) negar habeas corpus no qual da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenta impedir eventual prisão após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça Federal. No entanto, Fachin enviou a questão sobre a prisão em segunda instância para julgamento no plenário da Corte.

Ao negar o habeas corpus, o ministro entendeu que o caso de Lula não pode ser analisado por ele antes de uma decisão definitiva do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A defesa de Lula pretende derrubar a decisão do vice-presidente do STJ, ministro Humberto Martins, que negou pedido para impedir a eventual execução provisória da condenação do ex-presidente, após o último recurso que será julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), sediado em Porto Alegre.

Martins entendeu que a decisão do TRF4 garantiu que Lula não será preso antes da apreciação do último recurso, e, dessa forma, não há urgência que justifique a concessão da medida cautelar.

Impasse no STF

Nesta sexta-feira, ao justificar o envio da questão ao plenário da Corte, Fachin entendeu que há necessidade de prevenir divergência sobre as prisões em segunda instância entre as duas turmas da Corte.

“Há, portanto, relevante questão jurídica e necessidade de prevenir divergência entre as Turmas quanto à questão relativa à possibilidade de execução criminal após condenação assentada em segundo grau de jurisdição”, justificou.

Neste novo julgamento no plenário do STF sobre a prisão após decisão em segunda instância, o resultado vai depender do entendimento da ministra Rosa Weber. Em 2016, nos dois julgamentos sobre a questão, a ministra se manifestou contra a execução provisória da pena, mas, recentemente, sinalizou que poderia mudar seu entendimento. Será a terceira vez que o plenário vai analisar o caso.

O cenário atual na Corte é de impasse sobre a questão. Os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e Celso de Mello são contra a execução imediata ou entendem que a prisão poderia ocorrer após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Já os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Alexandre de Moraes e a presidente, Cármen Lúcia, são a favor do cumprimento após a segunda instância. Se esse cenário se mantiver, o placar da votação seria de 6 votos a 5 contra a prisão, fato que beneficiaria Lula.

Condenação

No dia 24 de janeiro, o TRF4 confirmou a condenação de Lula na ação penal envolvendo o tríplex no Guarujá (SP) e aumentou a pena do ex-presidente para 12 anos e um mês de prisão. Na decisão, seguindo entendimento do STF, os desembargadores entenderam que a execução da pena do ex-presidente deve ocorrer após o esgotamento dos recursos pela segunda instância da Justiça Federal. Com o placar unânime de três votos, cabem somente os chamados embargos de declaração, tipo de recurso que não tem o poder de reformar a decisão, e, dessa forma, se os embargos forem rejeitados, Lula poderia ser preso.

No habeas corpus, a defesa do ex-presidente discorda do entendimento do STF que autoriza a prisão após os recursos de segunda instância, por entender que a questão é inconstitucional.

“Rever esse posicionamento não apequena nossa Suprema Corte – ao contrário – a engrandece, pois, nos momentos de crise, é que devem ser fortalecidos os parâmetros, os princípios e os valores. A discussão prescinde de nomes, indivíduos, vez que importa à sociedade brasileira como um todo. Espera-se que este Supremo Tribunal Federal, a última trincheira dos cidadãos, reafirme seu papel contra majoritário, o respeito incondicional às garantias fundamentais e o compromisso com a questão da liberdade”, argumentam os advogados.

(Agência Brasil)
Mais informações
 
Fatores externos e internos explicam alta do dólar, dizem economistas
Caminhoneiros planejam paralisação a partir de segunda-feira
Pena de José Dirceu começará a ser cumprida em cela coletiva na Papuda
TRF4 nega último recurso e autoriza prisão de José Dirceu
Juiz retira benefícios do ex-presidente Lula, preso em Curitiba
Banco Central mantém taxa básica de juros em 6,5% ao ano
Tite convoca seleção para a Copa do Mundo da Rússia
Prefeitura de Curitiba reitera pedido de transferência de Lula da PF
Presidente da Câmara defende votação da PEC sobre prisão de condenados em segunda instância
Presidente da Câmara defende votação da PEC sobre prisão de condenados em segunda instância
Lula pediu para receber visitas da família às quintas-feiras
Inflação fica em 0,09% em março, a menor taxa para o mês desde 1994
Temer e Cármen Lúcia discutem segurança pública e intervenção no Rio
Justiça Federal manda soltar Joesley Batista
Defesa do prefeito de Bom Jesus vai recorrer da decisão do TRE de cassação do mandato
 
 
   
publicidade - anuncie
   


Juliana Chilanti Tonial
Advogada especialista em Direito Civil. Mestrada em Direito Ambiental - UCS


Fabiana Rankrape
Folha Rural


Ademar Fagundes
Jornalista e Radialista

Outros Colunistas (...)
Deputado Santini visita Folha do Nordeste
Deputado Ronaldo Santini, pré-candidato a deputado federal, realizou na tarde de hoje (17) visita a redação do jornal Folha do Nordeste, onde assina coluna semanal. Foi recebido pelo diretor Aldoir Ne (...)
Presidente da Câmara de Vereadores visita Expolagoa

Na manhã desta quinta-feira (17), o presidente do Legislativo, Braulio Guedes (PTB), acompanhado do deputado estadual Ronaldo Santini (PTB), esteve visitando a Expolagoa 2018. A exposi&ccedi (...)

Inicia funcionamento do Parque de Geração Solar Fotovoltaica da UPF

O Parque de Geração Solar Fotovoltaica da Universidade de Passo Fundo (UPF) é uma realidade. A Rio Grande Energia (RGE), distribuidora de energia elétrica da regiã (...)

Corede seleciona projetos para Consulta Popular

COREDE Nordeste realizou na tarde desta quarta-feira, 16, em Sananduva, Assembleia Regional Ampliada para a escolha dos projetos que farão parte da cédula de votação par (...)

Covatti Filho representa Câmara Federal na abertura da Expolagoa 2018

Deputado Covatti Filho, na sexta-feira, 18, às 18 horas, estará participando da abertura oficial da Expolagoa 2018, que acontece na Associação dos Motoristas. Na oportun (...)

 
  Página Inicial | Contato | Empresa | Lagoa Vermelha

Simples.net Solucões Inteligentes